Segunda-feira , Novembro 20 2017
ÚLTIMAS
Home / RALI / Vitória histórica de Meeke (por Carlos da Silva)
Vitória histórica de Meeke (por Carlos da Silva)

Vitória histórica de Meeke (por Carlos da Silva)

 

Foi necessário esperar pela sua 130.ª participação em provas pontuáveis do WRC, para Kris Meeke obter no Rali da Argentina a sua vitória no Mundial. Depois de alguns ralis onde deitou tudo a perder quando tinha a vitória praticamente assegurada, na hora da vitória o piloto britânico numa clara dedicação ao seu mentor Colin McRae proferiu as seguintes: “This one is for Colin”. Bonito!
Com praticamente tudo assegurado lá na frente, o terceiro e derradeiro dia do evento argentino foi disputado numa das mais míticas especiais de todo o mundial: El Condor. À imagem da verdadeira “carnificina” que se abateu ao longo da prova, as duas passagens por aquele troço – a Power Stage na derradeira, voltou a fazer algumas mossas de vulto dentro das posições da frente. Se a Citroën Racing bem poderá se “gabar” da vitória de Meeke e da segunda posição obtida por Mads Østberg, o terceiro carro da equipa francesa “entregue” a Khalid Al Qassimi (6.º) traduzem e bem o elevado nível de resistência que os Citroën DS3 WRCdemonstraram ao longo da prova, em claro contrate com as restantes três formações oficiais do WRC! Começamos pela Volkswagen Motorsport. Com a possibilidade de ainda obter um positivo terceiro posto, pela terceira vez consecutiva Jari-Matti Latvala ficou em “branco” no mundial, desta vez vítima de uma avaria num dos injectores do motor do carro alemão. Os três pontos extra obtidos por Sébastien Ogier na PS foi uma magra recompensa de um fim-de-semana para esquecer da equipa de Jost Capito, a qual se “anexa” a desistência de Andreas Mikkelsen na PS devido a um toque numa pedra, que tal como Ogier ainda se encontrava em prova ao abrigo do sistema Rally 2.
Elfyn Evans (3.º) aproveitou e bem mais este azar (ou falta de sorte) do piloto finlandês, para obter o seu primeiro pódio do mundial numa prova onde os Ford Fiesta RS WRC foram nitidamente batidos por toda a concorrência. Ao obter a quarta posição, Martin Prokop Official (Ford Fiesta RS WRC) igualou o seu melhor resultado obtido no mundial, terminando na frente de Dani Sordo (Rally 2), já que o seu colega de equipa Thierry NEUVILLE foi obrigado a desistir na PS devido a um toque (e arranque da suspensão) na mesma pedra que afastou definitivamente o Mikkelsen de prova. 7.º da geral e vencedor na WRC-2, Abdulaziz Alkuwari em Ford Fiesta RRC tirou partido do abandono de Yury Protassov (Rally 2) para obter valiosos pontos nesta competição, terminando na frente dos paraguaios Diego Dominguez em Ford Fiesta R5, Gustavo Saba (Skoda Fabia S2000) e de “coyote” Federico Villagra Face Oficial em Ford Fiesta Maxi Rally, carro que por não ter homologação FIA, fez com que o derradeiro ponto “disponível” fosse atribuído a Ott Tänak…

Classificação final:
1 Meeke Kris / Nagle Paul 3H41:44.9
Citroën DS3 WRC
2 Østberg Mads / Andersson Jonas 00:00:18.1
Citroën DS3 WRC
3 Evans Elfyn / Barritt Daniel 00:03:27.4
Ford Fiesta RS WRC
4 Prokop Martin / Tománek Jan 00:06:26.1
Ford Fiesta RS WRC
5 Sordo Dani / Martí Marc 00:10:46.7
Hyundai i20 WRC
6 Al Qassimi K. / Patterson Chris 00:11:19.9
Citroën DS3 WRC
7 Al-Kuwari A. / Clarke Marshall 00:16:02.6
Ford Fiesta S2000
8 Dominguez Diego / Galindo Edgardo 00:18:48.2
Ford Fiesta R5
9 Saba Gustavo / Cagnotti Diego 00:21:20.6
Škoda Fabia S2000
10 Villagra F. / Curletto Diego 00:25:19.6
Ford Fiesta MR
11 Tänak Ott / Mõlder Raigo 00:25:52.3
Ford Fiesta RS WRC
12 Ketomaa Jari / Lindström Kaj 00:28:05.8
Ford Fiesta R5
13 Protasov Yuriy / Cherepin Pavlo 00:29:25.4
Ford Fiesta S2000
14 Baldoni Miguel / Franchello G. 00:31:45.5
Peugeot 208 MR
15 Arias Didier / Nunez Hector 00:32:51.4
Ford Fiesta R5
16 Paddon Hayden / Kennard John 00:36:15.3
Hyundai i20 WRC
17 Ogier S. / Ingrassia J. 00:37:11.5
Volkswagen Polo R WRC
19 Bertelli L. / Bernacchini G. 00:39:17.0
Ford Fiesta RS WRC

Photo credits: (C) WRC

 

Scroll To Top