Quarta-feira , Setembro 19 2018
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Vitória para Joaquim Jorge no CNCC
Vitória para Joaquim Jorge no CNCC

Vitória para Joaquim Jorge no CNCC

Foi uma corrida a duas velocidades, com emoção até ao baixar da bandeira xadrez e a vitória a sorrir, depois de muito trabalho, a Joaquim Jorge, em Ford Escort.

A primeira velocidade foi marcada pelo domínio de João Pedro Silva, que até assinou a melhor volta de corrida com 1m 53,420s, mas o Porsche 911 RSR esteve em “dia não” e passamos para a segunda velocidade da corrida, com os homens dos Ford Escort a lutarem por um lugar: o primeiro.

Só mesmo com a meta à vista é que a corrida se decidiu. Rui Costa pressionava e cortava a meta a duas décimas de JJ. Decidia-se a corrida e a vitória nos Históricos de 75.

Rui Azevedo era o outro homem da frente. Cortou em terceiro, à geral e nos H75, mas tinha Jorge Areia completamente colado a pouco mais de meio segundo, ao volante do Ford Escort RS 2000.

Rómulo Mineiro (Fors Escort RS 2000) foi o sexto a cortar a meta e vencedor do Grupo 5. No Grupo 3, a vitória foi para Henrique Jordão, em Porsche 928S.

Nos Históricos 71 a vitória foi para Joaquim Soares (Lotus Elan). Paulo Sousa ganhou os H81, em BMW M535i.

João Vieira voltou a ditar lei com o Karmann Ghia nos H65 Taça 1600. Luís Carlos, com o Ford Anglia, teve um desempenho semelhante na Taça 1600 Grupo 5 e terminou com o vencedor da Taça 1600 H71 a escassos três segundos.
Falamos de Filipe Matias, em Lotus Elan +2.

CNCC 1300

Filipe Nogueira e o Morris Mini 1275 GT voltou a bater o pé à “armada” Datsun. Desta vez foi muito pressionado por Arnaldo Marques, em Datsun 1200 e entre ambos dividiram as duas primeiras posições dos H71.

João Braga (Datsun 1200) foi o melhor nos H75. Rui Castro venceu o Grupo 1 + 1300, ao volante do Datsun 1200.

Na Taça 1000, H75 Abel Marques foi o vencedor. Luís Sousa Costa venceu o Grupo 1, com o Datsun 1200 e Veloso Amaral, em Datsun 1000 ganhou a Taça 1000 H71.

 

Scroll To Top