Terça-feira , Outubro 17 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Vitória roubada a Filipe Albuquerque a 5 minutos do final das 24h de Daytona
Vitória roubada a Filipe Albuquerque a 5 minutos do final das 24h de Daytona

Vitória roubada a Filipe Albuquerque a 5 minutos do final das 24h de Daytona

 

Faltavam apenas cinco minutos para o final das 24h de Daytona. Filipe Albuquerque estava na frente depois de um excelente trabalho desenvolvido ao longo de 24 horas por si, por João Barbosa e Christian Fittipaldi, quando o adversário em segundo lugar, por sinal americano, a correr em casa e numa ânsia desmedida para vencer, dá um toque pouco ortodoxo na traseira do Cadillac do piloto português e o leva a um pião. O piloto português perde o primeiro lugar, retoma a prova, mas ao contrário do que seria expectável não houve penalização por parte da direcção de corrida e o trio luso-brasileiro teve de se contentar com o segundo lugar final. Uma posição que não espelha a performance de Filipe sempre que se sentou ao volante do novo Cadillac da Action Express Racing.

Um desfecho inglório e pouco aceitável depois de uma prova extraordinária onde conseguiu mesmo ser o mais rápido em pista. No final da prova Filipe não escondia a insatisfação pela falta de ‘fair-play’ dos seus adversários: “Não foi um derrota porque no meu modo de ver a competição, não é assim que se fazem ultrapassagens. Foi um toque intencional, a direcção de prova não entendeu assim. Mas toda a gente viu o que aconteceu. O espectáculo das 24h de Daytona acabou por ficar manchado ao cair do pano. É pena. Assim, este segundo lugar é para nós uma vitória. Tenho o sentimento de dever cumprido. Fizemos uma corrida eximia e sem erros. Não há muitas mais palavras depois do que aconteceu. Estamos tristes mas cientes que em pista fomos melhores, muito melhores”, disse Filipe Albuquerque.

Para que não restem dúvidas do trabalho de Albuquerque e das suas gigantes qualidades, o piloto português fez a volta mais rápida da prova com 1.36.269.

 

Scroll To Top