Quinta-feira , Outubro 19 2017
ÚLTIMAS
Home / RALI / Ze Pedro Fontes no Rali de Portugal sem pensar na classificação
Ze Pedro Fontes no Rali de Portugal sem pensar na classificação

Ze Pedro Fontes no Rali de Portugal sem pensar na classificação

O DS 3 Vodafone Team, com a dupla José Pedro Fontes/Miguel Ramalho, é uma das equipas portuguesas que já na próxima semana vai estar à partida do Vodafone Rali de Portugal, naquela que é uma das provas extra Campeonato Nacional de Ralis que fazem parte do seu programa desportivo. Sem a pressão adicional das pontuações para o CNR, a equipa vai encarar a prova com o objectivo de dar mais um passo na evolução do projecto que soma já dois triunfos em três provas.

«Em face dos resultados que temos alcançado, nomeadamente as vitórias em Guimarães e Castelo Branco, e dos níveis de fiabilidade e conhecimento do nosso DS 3 R5 que têm crescido significativamente, estar presente no Rali de Portugal é mais um passo no processo evolutivo de toda a equipa,» refere José Pedro Fontes. «Claro que uma prova como o Rali de Portugal, com três etapas e classificativas mais longas, é algo que se diferencia face aos ralis mais curtos que constam do CNR, mas a verdade é que estamos, acima de tudo, apostados em mostrar a validade do projecto nesta grande festa dos ralis, com um carro que apesar de totalmente novo, já ganha provas!”

O Grupo RC2 (nas classes S2000, R5 e NR4) apresenta-se, de facto, muito composto, não só com os 30 pilotos da categoria WRC2 mas também com os quase 20 que, não sendo assíduos no Mundial de Ralis, se inserem nesse escalão à partida do Vodafone Rali de Portugal, e onde também se inscreve o DS 3 R5 do DS 3 Vodafone Team.

Quanto a perspectivas da prova e em face do conhecimento que tem dos troços e, também, dos preparativos para o mais difícil rali do presente ano no calendário de José Pedro Fontes, o multi-facetado piloto do Porto quer, acima de tudo, “não correr qualquer tipo de riscos, até porque 15 dias depois estaremos em S. Miguel a disputar o Rali dos Açores. Desta forma, não querendo deixar de estar presentes numa prova desta magnitude, mas que este ano está fora do Nacional de Ralis, vamos fazer o melhor que nos for possível, com a garantia que logo depois podemos rumar aos Açores sem limitações e, aí sim, para lutar pela vitória. Paralelamente vamos ensaiar algumas soluções a utilizar no rali insular.”

 

Fonte: Ralisonline

 

Scroll To Top