Segunda-feira , Agosto 2 2021
ÚLTIMAS
Home / RALI / 68.º Rally Sanremo 2021: Vitória polémica de Breen
68.º Rally Sanremo 2021: Vitória polémica de Breen

68.º Rally Sanremo 2021: Vitória polémica de Breen

Disputado debaixo de condições climatéricas bastante complexas, o Rally de Sanremo foi um misto de emoção e de muita polémica à mistura, onde o seu “teórico” vencedor, Craig Breen, acabaria por penalizar por ordens da sua equipa (Hyundai Motorsport) no último controlo (10 seg.), permitindo à que Andrea Crugnola conquista-se então a vitória. Mas o “jogo” da Hyundai levou a ACI Sport a revogar posteriormente a penalização atribuída a Breen, fazendo que o piloto da Irlanda repetisse a vitória ali alcançada há dois anos. Razões desta decisão: “Os motivos do cancelamento do penúltimo controlo horário, basearam-se nos problemas de tráfego surgidos na via Nino Bixio, pelo que qualquer penalidade, tanto de chegada antecipada como de atraso, é cancelada”.
Polémicas à parte que certamente poderão levar à equipa da Hyundai Rally Team Italia a rumar a outras paragens, no plano desportivo foi um rali bem disputado com quatro mudanças de líder nas oito especiais que fizeram parte do programa. Vindo de um resultado “à zeros” (despiste) no Rally del Ciocco, Craig Breen ao se conotar como o mais rápido na primeira especial, toma a liderança da prova, com Fabio Andolfi em Skoda Fabia R5 a responder na especial seguinte, mantendo-se no topo da tabela até ao final da quarta especial.
Depois de uma passagem pelo parque de assistências, Andrea Crugnola tem uma passagem efémera na frente do Rali, com Giandomenico Basso (Skoda Fabia Rally2 evo) à apenas meio segundo do campeão em título. Só que a perda de quase 50 seg. na especial seguinte devido a um furo, levou o piloto da Delta Rally a dizer um adeus definitivo à luta pela vitória, caindo para sexto. Á partir daí, ambos os Hyundai i20 R5 de Breen e de Crugnola não mais largaram as duas primeiras posições, com o irlandês a partir para a derradeira especial com uns confortáveis 11,5 seg. de vantagem sobre o seu companheiro de equipa. Imprimindo então um andamento “q.b.” e tendo já na sua mente penalizar por atraso permitindo que desta forma Crugnola subisse a primeira posição – o que foi feito, já a noite havia caído em Sanremo quando a estratégia delineada por Andrea Adamo acabaria por ir por água abaixo…
A “jogar” em casa, Andolfi voltaria a repetir o terceiro lugar alcançado na prova inaugural do CIR, batendo em mais de 10 seg. o Skoda Fabia Rally2 evo de Stefano Albertini (4.º) que mantem no entanto a liderança do “Tricolore” com 31 pontos, diante de Breen (25), Andolfi (24), Basso (23) e de Crugnola (19). Presente na Ligúria, Oliver Solberg cedo ficou fora de prova ao perder uma roda após um toque com um Hyundai i20 R5 oficial e Antonio Rusce acabaria por ser impedido de participar na prova, após ter sido detado a fazer reconhecimentos ilegais…
De destacar nova vitória de Andrea Nucita com o Peugeot 208 Rally4 da Peugeot Itália nas duas rodas motrizes e a estreia vitoriosa de Alessandro Casella (Ford Fiesta Rally4) na Junior.
Presentes na prova visando testar os pneus Pirelli em condições de corrida, na classificação exclusiva entre os WRC Plus, Thierry Neuville levou a melhor sobre Ott Ott Tänak por 3,9 seg. e 1.15.0 sobre o Hyundai i20 R5 2C Competition de Pierre-Louis Loubet.
Classificação final:
1. Breen Craig – Nagle Paul 58:25.6
Hyundai i20 R5 (1.º CIR)
2. Crugnola Andrea – Ometto Pietro Elia +4.8
Hyundai i20 R5 (2.º CIR)
3. Andolfi Fabio – Savoia Stefano +12.8
Skoda Fabia R5 (3.º CIR /1.º CIR T. Asfalto)
4. Albertini Stefano – Fappani Danilo +22.9
Skoda Fabia Rally2 evo (4.º CIR / 2.º CIR T. Asfalto)
5. Basso Giandomenico – Granai Lorenzo +37.2
Skoda Fabia Rally2 evo (5.º CIR)
6. Campedelli Simone – Canton Tania +37.7
Volkswagen Polo GTI R5
7. Lefebvre Stéphane – Malfoy Andy +1:22.5
Citroën C3 Rally2
8. Michelini Rudy – Perna Michele +1:29.7
Skoda Fabia Rally2 evo (6.º CIR / 3.º CIR T. Asfalto)
9. De Tommaso Damiano – Bizzocchi Massimo +1:30.7
Citroën C3 Rally2 (7.º CIR / 4.º CIR T. Asfalto)
10. Ciuffi Tommaso – Gonella Nicolò +1:34.9
Skoda Fabia Rally2 evo (8.º CIR / 5.º CIR T. Asfalto)
11. Scattolon Giacomo – Bernacchini G. +1:46.8
Volkswagen Polo GTI R5 (9.º CIR / 6.º CIR T. Asfalto)
12. Bulacia Wilkinson M. – Der Ohannesian M. +2:02.5
Skoda Fabia Rally2 evo
13. Signor Marco – Pezzoli Francesco +2:04.2
Volkswagen Polo GTI R5 (10.º CIR / 7.º CIR T. Asfalto)
14. Santoni Paul-Antoine – Gilsoul Nicolas +2:22.0
Volkswagen Polo GTI R5
15. Chentre Elwis – Florean Fulvio +2:50.2
Skoda Fabia Rally2 evo
16. Paperini Thomas – Fruini Simone +2:55.0
Skoda Fabia Rally2 evo (8.º CIR T. Asfalto)
17. Mauffrey Eric – Bronner Kévin +2:59.2
Skoda Fabia Rally2 evo
18. Mazzocchi Andrea – Gallotti Silvia +3:17.8
Skoda Fabia R5 (11.º CIR / 9.º CIR T. Asfalto)
19. Profeta Alessio – Raccuia Sergio +3:40.2
Skoda Fabia Rally2 evo (12.º CIR / 10.º CIR T. Asfalto)
20. Roché Pierre – Roché Martine +4:09.4
Citroën C3 Rally2
28. Nucita Andrea – Nucita Giuseppe +4:41.6
Peugeot 208 Rally4 (1.º CIR 2RM)
30. Lucchesi Jr Christopher – Ghilardi T. +5:39.0
Peugeot 208 Rally4 (1.º 208 Competion Top)….
38. Casella Alessandro – Siragusano R. +7:06.8
Ford Fiesta Rally4 (1.º CIR Junior)…
45. Fotia Anthony – Sirugue Didier +8:05.8
Renault Clio RSR Rally5 (1.º Clio Trophy Italia)…
75. Goldoni Simone – Macori Eric +12:27.3
Suzuki Swift Sport Hybrid (1.º Suzuki Cup)…
CARLOS DA SILVA
Photo credits @ Copyrights ACI Sport

&nbsp

Scroll To Top