Domingo , Outubro 24 2021
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Afonso Gomes no lugar intermédio do pódio com “alma e coração”
Afonso Gomes no lugar intermédio  do pódio com “alma e coração”

Afonso Gomes no lugar intermédio do pódio com “alma e coração”

Condições muito difíceis durante todo o dia, com muita chuva e frio aliadas às dificuldades físicas devido a lesão nos antebraços, não fizeram contrair a ambição de Afonso Gomes que, no traçado de Lustosa, manteve a liderança do Campeonato Nacional MX2 da categoria Júnior.

 

Com a falta de público que sempre emoldurou o “quadro” do motocross e que tem transformado  a adaptação  face às medidas de segurança para travar a propagação da pandemia, pilotos e equipas têm-se entregado  de “alma e coração” às circunstâncias. Um cenário que Afonso Gomes tem sabido interpretar na perfeição, encarando cada desafio com a perseverança que lhe é reconhecida.

À semelhança do que sucedeu em Alqueidão, a pista da Lustosa também  esteve “mergulhada” num profundo oceano  de incerteza devido à intempérie que se abateu  naquele lugar desportivo minhoto do concelho de Lousada e, os pilotos, tiveram de recorrer a serviços suplementares a fim de levar as motos a ultrapassar obstáculos em segurança.

Afonso Gomes, que ainda não debelou na totalidade as mazelas na sequência e uma violenta queda em  Calatayud, província  espanhola de  Saragoça e  comunidade  autónoma  de  Aragão, sentiu algumas dificuldades físicas mas, como é seu apanágio, aplicou-se a fundo pelo melhor resultado.

Nas sessões  de  treinos em  que  esteve  envolvido, o piloto Speedcity registou o segundo  melhor tempo nos cronometrados  com a sua Yamaha YZ250 2T preparada  pela Barbaças Racing Corporation (BRC), de Coimbra. Um excelente indício para o que estava reservado ao jovem piloto de 14 nos na competição.

Na manga  referente  ao Campeonato Nacional de Motocros  Júnior,  Afonso Gomes manteve  uma toada viva e consistente, valendo-lhe o lugar intermédio do pódio, embora não se tenha livrado das dores que o acompanharam  ao longo da prova, sobretudo  ao nível de braços a afectar os antebraços com alguns inchaços. Uma anomalia que retirou ao piloto Team Yamaha/Alves Bandeira a possibilidade de sentir-se confortável a conduzir a sua Yamaha YZ250 2T.

Na manga Elite, que  junta os melhores do motocross,  o jovem piloto de Coimbra apresentou-se destemido e,  fruto  de  um  arranque  célere, ocupou  a segunda  posição sem  mácula, culminando num extraordinário quarto  lugar final. Tratou-se de  uma  prestação  notável perante  adversários de  grande “quilate”.

«Foi um fim-de-semana muito complicado. Além das condições atmosféricas adversas, ainda tive de lutar com os desagradáveis inchaços nos antebraços, numa prova em que não consegui dar o meu melhor, com reflexos de total desconforto em cima da Yamaha YZ250 2T», referiu o jovem conimbricense.

O piloto do Team Yamaha/Alves Bandeira sustentou  que teve de ser «calculista e repensar  a minha forma de conduzir para não correr riscos desnecessários». «Colocar tudo em rico não estava, naturalmente, nos  planos da  equipa, pelo que  as  contas  dos  campeonatos   era,  obviamente, o mais importante. O Campeonato Nacional vai ser longo, com muitas corridas, e saber valorizar a regularidade, é sem dúvida a condição que nos pode levar ao objectivo traçado no início da temporada».

Afonso Gomes deixou «um agradecimento ao Team Yamaha/Alves Bandeira pelas condições que me proporcionam para esta missão», assim como se congratula «com os restantes  patrocinadores que fazem parte deste projecto com a sua maior importância».

&nbsp

Scroll To Top
Posting....