Quinta-feira , Junho 27 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / Aloísio Monteiro garante TOP-20 na estreia no Europeu de Ralis
Aloísio Monteiro garante TOP-20  na estreia no Europeu de Ralis

Aloísio Monteiro garante TOP-20 na estreia no Europeu de Ralis

 

Aloísio Monteiro cumpriu os objetivos a que se havia proposto e garantiu o décimo nono lugar, na categoria ERC1, no Azores Airlines Rallye, primeira prova do Europeu de Ralis. Navegado por André Couceiro, e aos comandos de um Skoda Fabia R5, o portuense fez uma prova em crescendo, nesta que era a sua estreia ao volante da máquina checa.

Ponta Delgada engalanou-se para receber o Europeu de Ralis e logo no primeiro dia do evento, na City Stage, milhares de apaixonados pelos desportos motorizados saíram às ruas da cidade mostrando ao “Mundo dos Ralis” que a FIA tomara uma boa decisão ao iniciar a competição em solo português. Apesar desta verdadeira super-especial não contar para a classificação final, Monteiro não fugiu do desafio, aproveitando para entrar no ritmo de competição e para dar o espetáculo que o público procurava.

Já na quinta-feira, nos primeiros quilómetros cronometrados da prova açoriana, Aloísio Monteiro entrou sem arriscar, concluindo a adaptação ao Skoda Fabia R5 em ritmo de prova, detalhe que se revelaria chave para o resultado final.

Assistida, como habitualmente, pela ARC Sport, a dupla Aloísio Monteiro/André Couceiro beneficiou da excelente preparação conseguida pela formação de Aguiar da Beira para cumprir o segundo dia de evento sem sobressaltos. A organização preparara uma dupla passagem pela exigente e fantástica especial das “Sete Cidades” e foi neste troço que o piloto mostrou as suas capacidades, subindo na classificação devido ao aumento do ritmo imposto e aos problemas de alguns dos seus mais diretos adversários que seguiam à sua frente na classificação geral, terminando o dia na 26.ª posição.

 

No derradeiro dia do evento, Aloísio Monteiro sentiu problemas mecânicos, perdendo pressão no diferencial dianteiro, o que o obrigou a reduzir o ritmo ainda nos troços da manhã. Já nas especiais da tarde, e sem forma de resolver as dificuldades sentidas no Skoda, Monteiro seguiu até final num ritmo moderado que ainda lhe permitiu açcançar um vigésimo segundo lugar à Geral, décimo entre os portugueses inscritos.

“Chegámos ao último dia com um bom ritmo, a melhorar como dupla e isso notava-se claramente nos tempos das especiais. Infelizmente, um problema com o diferencial dianteiro fez com que fizéssemos ainda três piões pela manhã. Para cumprirmos os objetivos a que nos tínhamos proposto baixámos o ritmo, concluímos a prova e ainda conseguimos terminar no TOP-20 entre os inscritos na nossa categoria no Europeu de Ralis. Foi difícil … mas cumprimos os nossos objetivos”, explicou satisfeito o piloto.

Por seu lado, André Couceiro, que acompanhou Aloísio Monteiro na estreia no Campeonato da Europa de Ralis, estava satisfeito com a evolução da dupla. “Terminar um rali como o Azores Airlines Rallye é logo razão para ficarmos satisfeitos. Os problemas que sentimos neste último dia prejudicaram o resultado, mas serão importantes para a nossa evolução enquanto equipa. Temos de continuar a trabalhar e procurar evoluir já no próximo rali. Navegar o Aloísio neste desafio é muito enriquecedor. Estou muito satisfeito”, destacou o navegador da Marinha Grande.

 

Scroll To Top