Domingo , Fevereiro 24 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / António Dias vence especial na estreia no Azores Airlines Rally
António Dias vence especial na estreia no Azores Airlines Rally

António Dias vence especial na estreia no Azores Airlines Rally

O derradeiro dia de prova no Azores Airlines Rally reservou um momento muito especial para António Dias e o navegador Daniel Pereira. A dupla do Skoda Fabia R5 venceu a sua primeira especial no Campeonato de Portugal de Ralis e confirmou um lugar no top 10 na estreia absoluta nos troços açorianos.

Na sua época de estreia no principal escalão dos ralis nacionais, António Dias superou mais um desafio importante ao terminar o Azores Airlines Rally, um dos mais belos e exigentes ralis de terra do continente europeu.

Além de ter conseguido chegar ao final do rali açoriano, António Dias ainda fez um brilharete na Especial Grupo Marques (PE12), onde foi o piloto mais rápido do Campeonato de Portugal de Ralis (4.º tempo absoluto no ERC), ficando apenas atrás de três pilotos do Campeonato da Europa FIA e na frente de quatro campeões nacionais e de vários outros pilotos com larga experiência nos Açores.

O piloto de Gondomar cumpriu na íntegra os seus objetivos para a estreia na ilha de São Miguel, acumulando mais de 200 kms cronometrados ao volante do Fabia R5, uma viatura que ainda está a descobrir.

“Saímos dos Açores muito contentes porque cumprimos o objetivo de terminar o rali, aprender o máximo sobre os troços e ganhar experiência com o carro”, referiu António Dias. “As condições foram muito difíceis e apanhámos nevoeiro nos Graminhais e também no troço de Vila Franca – São Brás. O momento mais especial foi mesmo a vitória no CPR na Especial Grupo Marques, um troço pequeno mas que a maioria dos outros pilotos do Nacional já disputou várias vezes. Foi a nossa primeira vitória em especiais do campeonato e isso deixa-nos satisfeitos com a evolução que temos apresentado neste início de época, prova após prova. Durante o fim de semana fomos naturalmente cautelosos, até porque no último dia colocaram-nos numa posição de partida ainda mais recuada, atrás inclusive de pilotos que regressaram em Rally 2, o que dificultou ainda mais a nossa tarefa. Mas o balanço é muito positivo e esperamos voltar aqui no próximo ano com outro conhecimento do rali e com outra ambição”, afirmou António Dias, que terminou no 9.º lugar absoluto na prova do Campeonato de Portugal e no 23.º lugar do FIA ERC (Campeonato da Europa de Ralis).

Depois de Fafe e Açores, o CPR ruma a Mortágua nos próximos dias 27 e 28 de abril para a terceira prova da temporada, novamente em pisos de terra.

 

Scroll To Top