Sexta-feira , Abril 26 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / ARC Sport com sabor agridoce no Vidreiro
ARC Sport com sabor agridoce no Vidreiro

ARC Sport com sabor agridoce no Vidreiro

RICARDO MOURA DEIXOU BONS INDICADORES

ADRUZILO LOPES PERDE VITÓRIA NA ÚLTIMA ESPECIAL

O tricampeão nacional Ricardo Moura demonstrou uma excelente adaptação ao Ford Fiesta R5, em estreia nas especiais de asfalto. O 2º lugar final na prova organizada pelo Clube Automóvel da Marinha Grande é um sinal positivo para o futuro. “Foi uma boa estreia do Fiesta R5 em asfalto. Penso que conseguimos imprimir um ritmo muito bom desde início, para quem não tinha experiência neste tipo de pisos. É também satisfatório saber que temos ainda uma boa margem de evolução. O Porsche em condições de piso seco é inalcançável, e desta forma temos de estar satisfeitos por termos sido os primeiros entre aqueles que estão, na realidade, na disputa do campeonato. Um obrigado especial à ARC Sport pelo empenho, pelo trabalho e pelo enorme profissionalismo”, afirmou Ricardo Moura.

IMG_1290 (Cópia)Uma vez mais, Adruzilo Lopes assinou uma excelente prova. Na última especial do rali, logo nos primeiros quilómetros, quando comandava o Agrupamento de Produção e era 5º da classificação geral, um furo obrigou o piloto a abrir mão de um resultado muito positivo. “Foi um rali com condições atmosféricas sempre instáveis. Optámos por fazer escolhas de pneus mais seguras, penalizando a competitividade. No final da segunda especial de hoje estávamos no comando do Grupo N, com um avanço confortável de 20 segundos, e apenas a quatro segundos do 4º lugar da geral. No troço do Farol, que gosto bastante, tentava chegar a essa posição, mas um furo logo ao terceiro quilómetro impediu um bom resultado. Faz parte das corridas. Com este 2º lugar da Produção passamos para a liderança do campeonato, restando agora esperar pelos ralis que se seguem para tentar alcançar o nosso objectivo”, disse Adruzilo Lopes.

A ARC Sport sai da Marinha Grande lamentando o furo que retirou a vitória no Agrupamento de Produção a Adruzilo Lopes e Vasco Ferreira, mas satisfeita com a evolução do Ford Fiesta R5 de Ricardo Moura e António Costa. “Ficámos contentes com o rali, salvo o furo que retirou a vitória ao Adruzilo. O Ricardo demonstrou, uma vez mais, que é dos melhores pilotos de sempre do nacional de ralis. Já o tinha demonstrado nos Açores na estreia do Fiesta em terra, voltando agora a fazer o mesmo, no primeiro contacto com o asfalto e com condições atmosféricas adversas. O sentimento que tenho é que conseguimos uma vitória no rali, pois o Porsche não é deste campeonato. Lamento o furo do Adruzilo no último troço, pois hipotecou a vitória no Grupo N e uma excelente posição à geral. Parabéns à equipa pelo empenho e dedicação, num ano em que o calendário do nacional de ralis se mostra completamente desajustado”, afirmou Augusto Ramiro.

 

Scroll To Top