Segunda-feira , Junho 1 2020
ÚLTIMAS
Home / RALI / ARC Sport otimista no regresso a São Miguel
ARC Sport otimista no regresso a São Miguel

ARC Sport otimista no regresso a São Miguel

 

 

Pilotos da equipa de Aguiar da Beira confiantes para o desafio atlântico

 

A prova açoriana é uma das mais apreciadas do Campeonato da Europa de Ralis, contando com uma vasta lista de inscritos recheada com os protagonistas que lutam pela vitória no ERC de 2016. Para além de nomes sonantes que chegam do estrangeiro, todos os candidatos do Campeonato Nacional de Ralis fazem questão de estar presentes na prova organizada pelo Grupo Desportivo Comercial.

 

Este ano a ARC Sport volta a estar ao lado do campeão açoriano Ricardo Moura, também tricampeão nacional de ralis entre 2011 e 2013. Ao volante do seu Ford Fiesta R5 e com António Costa no banco do lado, o piloto açoriano pretende fazer uma prova muito positiva.“Estou feliz por poder estar a disputar uma prova tão espetacular como o Azores Airlines Rallye, que conta com uma componente emocional bastante grande para mim. Desportivamente seria positivo fazer um rali à semelhança do ano passado. Os açorianos estão de parabéns por ter uma prova de grande qualidade e disfrutarem de um grande espetáculo. Quero fazer um agradecimento especial a toda a equipa, pelo trabalho que fizeram na preparação desta prova”, disse Ricardo Moura que já subiu por duas vezes ao pódio da prova açoriana.

1aeecfcb-ebaf-41f3-91cd-ebf27df8bff2Contando também com um Ford Fiesta R5, Joaquim Alves vai assinar a 2ª participação na prova do ERC disputada em São Miguel. Com Luís Ramalho como navegador, o piloto pretende realizar uma prova positiva.“Esta é a minha segunda presença nos Açores e fiquei muito bem impressionado na minha prova de estreia. Este ano pretendo fazer um rali em crescendo, contando sair dos Açores com pontos para o Campeonato Nacional de Ralis. Em relação à prova, penso que as Sete Cidades será talvez a especial mais difícil, embora a Tronqueira e os Graminhais também tenham o seu grau de dificuldade, apesar de gostar bastante desses troços. Quero lá chegar, o que será um bom sinal”, afirmou confiante Joaquim Alves.

 

Este ano, José Aloísio Monteiro faz questão em estar presente nos Açores. Acompanhado por Sancho Eiró, o campeão açoriano de navegadores, que tem sido o seu parceiro no banco do lado nas provas do CNR, o piloto faz a sua estreia na prova açoriana com o Renault 19e37875-f6d9-4747-9aad-448cedd65859Clio R3 com que começou o campeonato, guardando o novo Renault Clio R3 T para as provas pontuáveis para o Troféu Renault Ibérico R3T 2016 em que participa.“É a primeira vez que venho fazer os Açores, e a minha experiência em pisos de terra é muito pouca. Viemos a esta prova do ERC, pontuável para o Campeonato Nacional de Ralis a pensar essencialmente nos pontos, uma vez que não obtivemos pontuação em Fafe. Estamos inscritos com o Clio R3, pois o Rali Vidreiro é daqui a vinte dias e não quero correr riscos com o novo carro, uma vez que estou em nítida desvantagem, por ser a minha primeira prova nos troços da ilha de São Miguel”, afirmou José Aloísio Monteiro.

 

Para a ARC Sport o Azores Airlines Rallye é mais uma prova de grande responsabilidade. A equipa de Aguiar da Beira está consciente das dificuldades de uma prova como esta, mas acredita nas capacidades dos seus pilotos.“Temos tudo pronto para mais um grande desafio. Todos os elementos da nossa equipa estão empenhados em fazer com que os nossos pilotos consigam atingir os seus objetivos. É um rali longo, com um elevado grau de dificuldade, mas sentimo-nos bastante confiantes”, assegurou Augusto Ramiro, responsável pela ARC Sport.

 

A prova disputa-se entre os dias 2 e 4 de junho, contando com 16 provas especiais de classificação.

 

 

 

Scroll To Top