Terça-feira , Junho 25 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / Armindo Araújo foi sexto na abertura do CPR
Armindo Araújo foi sexto na abertura do CPR

Armindo Araújo foi sexto na abertura do CPR

Resultado possível após infortúnio

 

 

 

 

Armindo Araújo não conseguiu quebrar o enguiço, que o tem acompanhado no Rali Serras de Fafe, e não iniciou a temporada de 2019 com o resultado que ambicionava, terminando a prova organizada pela Demoporto no sexto lugar entre os concorrentes do Campeonato de Portugal de Ralis. Porém, o andamento evidenciando na maioria das especiais deixou excelentes indicações para as restantes provas do calendário e mostrou que a dupla do Hyundai i20 R5 estará certamente na luta pelas vitórias e conquista do título absoluto.

 

Num rali marcado por problema com o acelerador, motivado por uma peça que se soltou da mala de ferramentas e a dificuldade em engrenar a marcha-atrás após um pião na sétima classificativa, comprometeram a discussão pelo triunfo, mas Armindo Araújo mostrava-se no final resignado com o resultado e satisfeito com a prestação conseguida nas especiais. “Este foi, sem dúvida, um dos ralis em que termino com a sensação de que não discutimos a vitória por dois azares consecutivos numa altura crucial da prova. Mantivemos um andamento rápido desde o início, taticamente fizemos as melhores opções, mas as corridas são mesmo assim. As vezes o resultado não espelha aquilo que fizemos em grande parte das especiais”, começou por dizer o piloto de Santo Tirso.

 

Apesar do desfecho final, a dupla campeã nacional foi a mais rápida em várias provas especiais, e foi a única a conseguir quebrar a hegemonia do Dani Sordo e Carlos Del Barrio que venceram a prova fafense. “Em termos de pontuação para o campeonato não saímos daqui obviamente satisfeitos, mas ainda temos muitas contas a fazer até final. Ficamos muito contentes com o aquilo que conseguimos nas especiais e conseguimos mesmo vencer uma classificativa ao Dani Sordo que fez uma prova fantástica. Fafe já ficou para trás e vamos começar a preparar a próxima prova”, disse ainda Armindo Araújo.

 

Classificação CPR após 1/9 provas: 1º R. Teodósio – 26,52 pontos; 2º M. Barbosa – 21,14; 3º R. Moura,

17,72; 4º J.P.Fontes, 14; 5º B. Magalhães, 12; 6º A.Araújo, 11,52

 

Scroll To Top