Domingo , Maio 26 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / Armindo Neves sem sorte no Vidreiro
Armindo Neves sem sorte no Vidreiro

Armindo Neves sem sorte no Vidreiro

Armindo Neves e Bernardo Gusmão continuaram a não ter a sorte pelo seu lado, sendo novamente obrigados a desistir numa fase prematura do Rali Vidreiro.

Infelizmente confirmou-se o ditado de que não existem duas sem três. Porém, a desistência não foi ditada por nenhum problema mecânico no Honda Civic TypeR, mas sim por um dos muitos imponderáveis em que os ralis são férteis.

Estamos numa fase em que parece que tudo nos acontece. Continuamos a fazer o trabalho de casa como sempre o fizemos nas últimas temporadas, com o empenho de uma equipa dedicada, mas a verdade é que desta vez nada corre como planeado”, explica Armindo Neves, dizendo que “tínhamos como objetivo para o Vidreiro rodar o mais possível e, apesar do primeiro troço não ter sido perfeito, iniciámos o segundo troço, quando a cerca de 600 metros do final, uma pedra que foi projetada da berma rompeu o depósito de combustível. Ainda tivemos sorte de o carro não ter pegado fogo, mas obrigou-nos a mais uma desistência que nos deixou completamente desconsolados e sem palavras”.

No entender de Bernardo Gusmão o momento “não é de longe o melhor. Toda a equipa AN Rally Sport tem feito um trabalho muito bom, mas o azar continua a perseguir-nos nesta temporada. Contudo, não somos de desistir, sabemos que temos um bom carro para o campeonato das duas rodas motrizes, que de certeza ainda nos trará muitas alegrias”.

Com estas desistências Armindo Neves comenta que “vamos pensar e redefinir objectivos, juntamente com os nossos parceiros, de modo a podermos projetar o resto da temporada. Queremos terminar de vez com os azares e demonstrar o potencial do carro, bem como queremos estar presentes  este ano nos eventos que mais retorno tragam para a nossa equipa e para os nossos patrocinadores” concluiu.

 

 

Scroll To Top