Domingo , Setembro 15 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / Braço de ferro entre a RMC e a Federação Espanhola já fez “vítimas”
Braço de ferro entre a RMC e a Federação Espanhola já fez “vítimas”

Braço de ferro entre a RMC e a Federação Espanhola já fez “vítimas”

 

A Real Federação Espanhola de Automobilismo através do seu Presidente Manuel Avino e Roberto Mendez, o “patrão” da equipa RMC Motorsport irão se reunir para debater a crise instalada após a desqualificação dos carros da categoria N5 de Alvaro Muñiz (Ford Fiesta) e Adrian Diaz (Renault Clio) no ultimo Rali do Cocido, prova inaugural do C. de Espanha de Ralis – asfalto.

Alvaro Muñiz e Adrian Diaz, terceiro e quarto classificados respectivamente no “Cocido”, foram desclassificados devidos as mangas (braços) de transmissão dos seus carros não estarem de acordo com os regulamentos vigentes para os N5 para esta temporada, levando a que Roberto Méndez decidisse abandonar tanto o CERA, o CERT (terra) e a N5 Cup….Esta decisão da RMC – que ao que tudo indica poderá ainda ser reequacionada, já levou no entanto a uma alteração de planos por parte de alguns pilotos e equipas….

Miguel Fuster (Ford Fiesta R5) e que foi 2.º no Cocido já anunciou que se mudará para a equipa da KRS Rallyes, estrutura pertence a Enrique García Ojeda já na próxima prova do campeonato, o Rally Seirra Morena. Idem aspas para Past-Racing, equipa de Daniel Alonso que participou nos Azores Airlines com um carro adquirido a RMC e para a CC Racing-Alkilame que não terá nesta temporada nenhum veículo N5 adquirido a RMC, a competir no Campeonato da Andaluzia. Gustavo Sosa também irá continuar no CERT mas com um outro Mitsubishi Lancer Evo X de Grupo N não preparado pela RMC…

Independentemente de questões políticas, federações, etc., o piloto Frog Mary anunciou também que abandonará o CERT em solidariedade com a RMC Motorsport, opinando que: “dois veículos da RMC terminaram na frente de veículos oficiais (leia-se Suzuki) e eu gostaria que algum especialista nos explicasse qual é vantagem que essas mangas tiveram e, se for esse o caso, o que temos que fazer é copiá-las todas”….

CARLOS DA SILVA

 

Scroll To Top