Segunda-feira , Dezembro 10 2018
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / CAI O PANO NA  MELHOR ÉPOCA DE SEMPRE DA DS VIRGIN RACING NA FÓRMULA E
CAI O PANO NA  MELHOR ÉPOCA DE SEMPRE  DA DS VIRGIN RACING NA FÓRMULA E

CAI O PANO NA  MELHOR ÉPOCA DE SEMPRE DA DS VIRGIN RACING NA FÓRMULA E

 

 

Sam Bird registou a sua melhor classificação de sempre na Fórmula E, alcançando o 3º lugar no Campeonato de Pilotos.

A DS Virgin Racing alcançou, também, o 3º lugar na Classificação por Equipas.

O ePrix de Nova Iorque marca o fim da 4ª temporada da modalidade e o fim da era dos monolugares de primeira geração.

 

A DS Virgin Racing terminou a sua melhor época de sempre na Fórmula E, no seguimento da realização da última ronda do calendário 2017/2018, com a obtenção do 3º lugar nos Campeonatos de Pilotos e de Equipas.

Recorde-se que Sam Bird e a DS Virgin Racing chegaram a esta dupla ronda final de Nova Iorque na luta pelos títulos de Pilotos e Equipa, mas ao longo desta jornada Bird arrecadaria apenas 3 pontos (2 no sábado, com o 9º lugar na Corrida 1, e mais 1 no domingo, fruto do 10º lugar na Corrida 2, a última da presente temporada), ficando a 1 mero ponto de se sagrar Vice-Campeão.

 

Corrida 1 – Sábado

Com os termómetros a registar temperaturas do ar na ordem dos 30 graus, que equivalem a 45 graus no traçado desenhado no distrito de Red Hook (Brooklyn), as condições foram difíceis para as equipas e os pilotos.

Sam Bird arrancou da 14ª posição da grelha, logo atrás do seu colega de equipa Alex Lynn, e fez um excelente início de corrida, posicionando-se rapidamente no top 10. Nesta que foi a corrida mais longa de toda a temporada, e em que a gestão da energia era decisiva, Bird entrou nas boxes em 9º lugar, com Lynn alguns lugares mais atrás. Já bem perto do fim, Lynn viria a perder a traseira do seu monolugar na zona mais rápida do circuito e ficaria de fora da prova. Com apenas duas voltas por cumprir, Bird fez um último esforço para tentar subir na classificação e, assim, manter-se na luta pelo título, mas a sua posição não se alterou até ao cair da bandeira de xadrez, pelo que Jean-Eric Vergen conseguiu pontos suficientes para conquistar antecipadamente o título 2017/2018.

 

Corrida 2 – Domingo

No dia seguinte corria-se a última prova da temporada, a 45ª desde a criação da disciplina, com os pilotos a enfrentarem condições atmosféricas invulgares, com a chuva a marcar presença no início da jornada, para depois a pista permanecer seca durante todo o ePrix.

Sam Bird rubricou o 8º melhor tempo na Qualificação, enquanto Alex Lynn colocou o segundo DSV-03 da DS Virgin Racing no 18º lugar da grelha. No início da corrida, Bird conseguiu defender a sua posição entre os 10 primeiros, mas para Lynn a tarde foi bem mais complicada, tendo o piloto sofrido um stop/go de penalização por ter mudado de caixa de velocidades depois da primeira corrida da jornada.

Sensivelmente a meio da corrida os pilotos fariam, pela última vez na história da Fórmula E, a habitual troca de monolugares, já que a segunda geração de monolugares da Fórmula E já não necessitará desse expediente. Rodando bem à frente de Lynn, Bird tentou subir na classificação, sonhando com a 2ª posição no Campeonato, vindo a terminar no 10º lugar, enquanto Lynn cruzaria a linha de chegada na 14ª posição.

 

Sam Bird: “Este fim de semana não correu como esperávamos, mas a temporada foi realmente fantástica. Se alguém me dissesse que ia chegar a Nova Iorque em posição de discutir o título, não teria acreditado. Tudo isto é resultado do trabalho e empenho de toda a equipa. Fizeram tudo o que era possível para melhorar o nosso monolugar e nós aproveitámos todas as oportunidades. Foi um grande feito.”

Alex Lynn: “Foi um fim de semana difícil, mas, como sempre, demos o nosso melhor. Quero agradecer a toda a equipa pelo seu empenho durante toda esta temporada. Neste meu início na Fórmula E, aprendi muito e gostei imenso de toda esta descoberta.”

Sylvain Filippi, Diretor Geral da DS Virgin Racing: “É o final de uma temporada fantástica para a DS Virgin Racing, que não teria sido possível sem o trabalho e empenho de todos os membros da equipa e sem o apoio dos nossos parceiros DS Automobiles, Hewlett Packard Enterprise, Total, Kaspersky, STANLEY, Alpinestars e One All Sports. O que fizémos nesta temporada, num campeonato tão disputado como este, é uma grande conquista, mesmo que este fim de semana não tenha tido o desfecho com que sonhámos. Mas podemos estar orgulhosos de tudo o que alcançámos.”

Xavier Mestelan Pinon, Diretor da DS Performance: “No final desta temporada incrivelmente competitiva, a DS Virgin Racing e Sam Bird ocupam o 3º lugar nos respetivos Campeonatos. Com duas vitórias e quatro pódios, a equipa teve um excelente desempenho. Conseguimos enormes progressos numa competição extremamente disputada que são muito encorarajadores para o futuro. Quero felicitar o Jean-Eric Vergne e a Audi pelos títulos alcançados.”

 

Este ePrix de Nova Iorque marca o fim da 4ª temporada de Fórmula E e a derradeira aparição dos monolugares de primeira geração. A partir de agora, com as evoluções apresentadas, não haverá mais mudança de viaturas a meio das corridas.

A nova temporada de Fórmula E arranca em dezembro em Riade (Arábia Saudita), a seguir aos testes de pré-temporada, a realizar em outubro.

 

Scroll To Top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com