Sexta-feira , Janeiro 18 2019
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Campeonato começou em Freixo de Espada à Cinta
Campeonato começou em Freixo de Espada à Cinta

Campeonato começou em Freixo de Espada à Cinta

Com um total de 55 pilotos presentes começou ontem em Freixo de Espada à Cinta o campeonato nacional de Motocross 2016.

Divididos entre as quatro categorias presentes, o maior número de atletas ficou reservado à classe MX2, na qual participaram 27 atletas. 12 jovens pilotos estiveram no arranque de época dos Infantis B, e um total de 16 alinharam à partida da ronda de abertura do nacional de MX1.

Com um bom programa de corridas em agenda o dia ficou marcado pela chuva que marcou a fase inicial da jornada, chuva essa que deixou a pista bastante pesada e mais complicada para os pilotos, sendo que na derradeira corrida do dia, reservada à Elite, o traçado estava já húmido e em melhores condições para a evolução dos pilotos.

No Infantis B o vencedor deste primeiro duelo da nova época foi Martim Espinho, que levou a melhor sobre os seus adversários em ambas as mangas realizadas liderando a totalidade das seste voltas realizadas na primeira manga, repetindo depois o domínio na segunda corrida do dia aos 1.800 metros do traçado. Sandro Lobo e Fábio Costa dividiram o segundo lugar em cada uma das mangas, com vantagem para Costa na primeira e depois Sandro Lobo na segunda corrida, sendo este o ocupante do degrau intermédio do pódio por força da melhor posição face ao adversário na segunda corrida.

Entre os Júniores quem venceu foi Diogo Graça, que levou a melhor perante Sérgio Graça e Bruno Charrua. Diogo Graça foi igualmente o vencedor da primeira manga de MX2, liderando desde a segunda passagem pela linha de meta até à bandeira de xadrêz, com Pedro Carvalho a ser o segundo na manga inicial na frente de Sérgio Garcia.

Na segunda manga Pedro Carvalho acabou por levar a melhor perante os seus adversários e ao conseguir a vitória na frente de Sérgio Garcia e Luis Oliveira garantiu os pontos necessários para ser o vencedor deste ronda inicial do campeonato nacional.

Na classe maior foi Sandro Peixe, em estreia aos comandos de uma máquina de cilindrada maior depois do título de MX2 em 2015, quem conseguiu a vitória no final da primeira corrida. Hugo Basaúla, o campeão em título, foi segundo depois de um problema com a roda traseira que o levou a perder posições e a trabalho árduo para subir a segundo apenas a duas voltas do final, ficando a terceira posição nas mãos de Miguel Gaboleiro.

Na segunda manga, com o piso já em melhores condições, Basaúla rodou durante bastante tempo em segundo atrás de Sandro Peixe, mas perto do final, à 12ª passagem pela linha de meta,  passou para a liderança e acabou por vencer a corrida na frente de Sandro Peixe e Miguel Gaboleiro, este novamente na terceira posição. Esta vitória na derradeira corrida valeu igualmente a primeira posição na Elite para o campeão nacional.

Um arranque de campeonato exigente para todos os pilotos, que encontraram uma pista bastante complicada devido à chuva, com os líderes do mesmo a terem que se defender da concorrência já no próximo fim-de-semana, mais propriamente no Domingo de Páscoa, na pista de Casais de São Quintino, o cenário da segunda etapa do calendário.

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO

Classificação final

Infantis B
1º Martim Espinho – KTM com 50 pontos; 2º Sandro Lobo – KTM, 42; 3º Fábio Costa – KTM, 42; 4º Igor Amorim – KTM, 36; 5º Rúben Ribeiro – KTM, 30

MX2 Júnior
1º Diogo Graça – Husqvarna; 2º Sérgio Graça – KTM; 3º Bruno Charrua – Yamaha; 4º André Sérgio – Yamaha; 5º João Oliveira – Yamaha

MX2
1º Pedro Carvallho – Yamaha com 47 pontos; 2º Diogo Graça – Husqvarna, 43; 3º Sérgio Garcia – KTM, 42; 4º Luis Oliveira – Yamaha, 36; 5º Jorge Leite – Honda, 34

MX1
1º Hugo Basaúla – Kawasaki com 47 pontos; 2º Sandro Peixe – Honda, 47; 3º Miguel Gaboleiro – Suzuki, 40; 4º Jonathan Rodriguez – Suzuki, 34; 5º Rui Rodrigues – Yamaha, 34

Elite
1º Hugo Basaúla – Kawasaki com 19 voltas; 2º Sandro Peixe – Honda a 02.286s; 3º Miguel Gaboleiro – Suzuki a 1m07.012s; 4º Pedro Carvalho – Yamaha a 1m18.606s; 5º Sérgio Garcia – KTM a 1m24.526s

 

Scroll To Top