Sexta-feira , Abril 23 2021
ÚLTIMAS
Home / RALI / Campeonato do Chile de Ralis 2021- Muitos e bons

Campeonato do Chile de Ralis 2021- Muitos e bons

Após 18 meses de paragem, o Copec RallyMobil – a denominação oficial do Campeonato chileno de Ralis, está de volta. A par do Paraguai e da Argentina, o “RallyMobil” goza a reputação de ser um dos mais competitivos e apetrechados campeonatos nacionais de Ralis do continente sul-americano, país que como se sabe “hospede” atualmente uma prova pontuável do Campeonato do Mundo de Ralis.
A sua prova inaugural, o Rally Santiago disputado em pisos de terra nos arredores da capital daquele país, será contestado à porta fechada já este fim de semana, sob um rígido protocolo sanitário e apresenta várias interessantes novidades, que irão dar corpo a uma competição que terá sete provas no seu calendário: cinco em asfalto e duas em pisos de terra.
Com as fortes estrutura chilenas da CBTech Rally by Skoda e da Point Cola que na segunda metade da época de 2020 decidiram rumar (até ver, leia-se) para a vizinha Argentina e que atualmente “dão cartas” naquelas paragens, nesta temporada se assistirá à chegada da formação peruana da Castro Yangali Team, com nada mais nada menos três Skoda Fabia Rally 2 evo, “entregues” a Alex Heilbrunn, Eduardo Castro Yangali e ao bem conhecido Nicolás Fuchs.
Mas esta não é a única novidade, já que o Team Joker constituído pelos irmãos Pedro e Alberto Heller, nesta temporada deixarão de utilizar os habituais Ford Fiesta R5 passando a competir com dois Citroën C3 Rally 2, assistindo-se igualmente uma mudança de navegadores. No entanto Alberto não deverá disputar integralmente o campeonato, já que é sua intenção continuar na WRC3.
A formação da ProCircuit manter-se-á fiel aos Citroën C3 Rally 2, sendo que nesta temporada será “apenas” formada pelos irmãos Israel, Benjamin e Vicente. Ao que tudo indica, o primo destes – Samuel Israel, fará um ano sabático, com a terceira unidade do carro francês à rumar à Argentina, onde será utilizado por Marcos Ligato no principal campeonato daquele país.
Principais formações:
Pedro Heller – Pablo Olmos / Citroën C3 Rally 2 (Team Joker)
Alberto Heller – Marc Marti / Citroën C3 Rally 2 (Team Joker)
Alex Heilbrunn – Ricardo Dasso / Skoda Fabia Rally 2 evo (Castro Yangali Team)
Eduardo Castro Yangali – Leonardo Suaya / Skoda Fabia Rally 2 evo (Castro Yangali Team)
Nicolás Fuchs y Fernando Mussano / Skoda Fabia Rally 2 evo (Castro Yangali Team)
Benjamín Israel – Rubén García / Citroën C3 Rally 2 (ProCircuit)
Vicente Israel – Matias Ramos/ Citroën C3 Rally 2 (ProCircuit)
Emilio Rosselot – Tomás Cañete / Mitsubishi Mirage R5 (Team Rosselot)
Joaquin Ruiz de Loyzaga – Javiera Roman / Skoda Fabia R5 (Rudel Racing)
Francisco Lopez – Nicolas Levalle / Peugeot 208 R5 (Peugeot Copec)
Germán Lyon – Antonio de Gavardo / Citroën DS3 R5 (ProCircuit)
A serem confirmados:
Jorge Martínez – Alberto Álvarez / Skoda Fabia R5 (CBTech Rally by Skoda)
Alejandro Cancio – Santiago García / Skoda Fabia R5 (CBTech Rally by Skoda)
Cristóbal Vidaurre – Ruben Garcia (?) / Skoda Fabia R5 (CBTech Rally by Skoda)
Martin Scuncio – Javiera Roman (?) / Hyundai i20 R5 (Point Cola Racing)
Felipe Rossi – Luis Ernesto Allende (?) / Ford Fiesta R5/VW Polo GTI R5 (Team Joker)
CARLOS DA SILVA
Photo credits @ Racing Motor Sport

&nbsp

Scroll To Top