Sábado , Julho 20 2019
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / CARAMULO MOTORFESTIVAL CELEBRA XII EDIÇÃO COM PÚBLICO RECORDE
CARAMULO MOTORFESTIVAL CELEBRA XII EDIÇÃO COM PÚBLICO RECORDE

CARAMULO MOTORFESTIVAL CELEBRA XII EDIÇÃO COM PÚBLICO RECORDE

Doze anos após a sua primeira edição, o Caramulo Motorfestival continua a afirmar-se como o evento de referência da paixão motorizada em Portugal, tendo atraído, nos dias 8, 9 e 10 de Setembro, mais de 30 mil pessoas à Serra do Caramulo, para vibrar com a beleza dos clássicos e toda a adrenalina do desporto automóvel.
Um recorde atingido este ano foram as 2.500 entradas no museu em apenas três dias, o número mais alto desde a sua fundação há quase 70 anos, para visitar a coleção permanente automóvel e de arte, assim como as exposições temporárias “Black Box: Museu imaginário” e “Ferrari: 70 anos de paixão motorizada”.

“Doze anos depois da primeira edição do Caramulo Motorfestival, não podíamos estar mais contentes com o que o Caramulo Motorfestival cresceu e se tornou. Ainda há muito por fazer, mas a contínua adesão do público, o entusiasmo crescente dos aficionados, a presença de tantos pilotos de referência, e sentir que contribuímos para divulgar e desenvolver a paixão motorizada em Portugal, para além de impulsionar a região do Caramulo como destino de excelência, são algumas das nossas motivações para continuar a fazer mais e melhor” afirma a organização.

Mais uma vez, o Caramulo Motorfestival conseguiu atrair aos seus palcos um plantel único de pilotos convidados, reunindo veteranos e alguns dos melhores pilotos do desporto automóvel nacional da actualidade. Um dos momentos mais emotivos do Motorfestival foi a recepção de Cyril Neveu, que venceu por 5 vezes o Paris-Dakar. Entre os pilotos convidados, destaque ainda para as presenças de Filipe Albuquerque, Tiago Magalhães, Joaquim Jorge, o 2º da geral da Rampa Histórica deste ano, Francisco Sande e Castro, Filipe Lourenço e o jovem piloto Rodrigo Correia, que, com apenas 13 anos, disputa o Campeonato Nacional de Ralicross.

Igualmente bem representado esteve o desporto automóvel no feminino, que além de inúmeras equipas inteiramente femininas ou mistas, contou com a presença de Rosário Sottomayor, a mais bem-sucedida piloto de velocidade portuguesa, e que esteve presente pela segunda vez no Caramulo Motorfestival. Rosário Sottomayor arrecadou o primeiro lugar do pódio na categoria Senhoras, tendo sido também agraciada com o Prémio Abel de Lacerda, prémio este que visa prestigiar anualmente uma figura que se destaque pelo seu contributo para o meio desportivo e automóvel.

O evento contou, como sempre, como inúmeros passeios, concentrações e ralis, incluindo quatro deles a virem de Espanha, além de uma Feira de Automobilia, parada militar, espectáculo aéreo, pista todo-o-terreno, actividades radicais, parada de bicicletas, subidas de motos antigas e de competição, um Monster Truck Show e um espectáculo de drift, além de vários apontamentos de música ao vivo, uma das novidades de 2017. Duas das outras novidades às quais o público não ficou indiferente foram a presença dos Lamborghini Aventador S, um dos quais como carro 0 a abrir a Rampa Histórica do Caramulo e a presença de quatro caças F-16 que rasgaram os céus
do Caramulo em tom de encerramento do evento. Rampa Histórica do Caramulo

Na Rampa Histórica do Caramulo, prova co-organizada com o Núcleo de Desportos Motorizados de Leiria, introduziam-se novidades quer na distribuição das categorias, quer na organização das subidas. O vencedor à geral foi Joaquim Rino, com o seu BRC 05 Evo, registando o melhor tempo da prova de 1m28,591ss. O 2º lugar do pódio foi conquistado por Joaquim Jorge, ao volante do seu Ford Escort RS 1600, com o tempo de 1m32,921ss e, em terceiro lugar ficou Tiago Prata, em Westfield Aerorace, registando 1m33,981ss. O prémio senhoras foi atribuído a Rosário Sottomayor, a quem foi também atribuído o Prémio Abel de Lacerda.

Em Regularidade Sport, à geral, foi a dupla feminina Elisabeth Noble/Hilary Latham que subiu ao pódio do primeiro lugar (Jaguar XKR), seguida de Eugénio Costa da Liberty Seguros, no seu Alfa Romeo Spider, e, em terceiro, a dupla Orlando Patrício/Bruno Bravo (SAAB 96 1965). Na Categoria Vintage, Maria Patrício Gouveia (Triumph TR3 A) foi a vencedora, seguida de Manuel Formosinho Sanchez; na Categoria Clássicos A venceram Orlando Patrício/Bruno Bravo, a correr no SAAB 96 1965; na Categoria Clássicos B a vitória foi para Robert Noble/Helia Barta (Jaguar EType); na Categoria C a vitória foi para Eugénio Costa, seguido de Pedro Silva/José Paulo Silva
(Ferrari 208 GTB Turbo) e, na categoria F, o pódio foi dominado pelas senhoras Elisabeth Noble /Hilary Latham (Jaguar XKR) seguidas de Evdoksia Romaidis/Anastasia Romaidis (Porsche 991 Cabrio).
O prémio Senhoras foi atribuído à dupla Elizabeth Nobel/Hilary Latham, conquistado assim o 1º lugar entre as equipas femininas. O 2º lugar foi conquistado pela equipa Evdoksia Romaidis/ Anastasia Romaidis o 3º lugar foi atribuído a Maria Patrício Gouveia, correr pelo Museu do Caramulo.

Para consultar as classificações completas clique no link abaixo:
http://www.ndml.pt/Provas/2017/Caramulo%20Motorfestival/rating

O Caramulo Motorfestival contou com o apoio do Museu do Caramulo, Turismo do Centro, Câmara Municipal de Tondela, rádio M80, Bentley, Ascendum Auto, RTP, Schweppes, Jornal dos Clássicos e Banco BPI.

 

Scroll To Top