Terça-feira , Dezembro 1 2020
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Chuva marcou presença em força no Estoril
Chuva marcou presença em força no Estoril

Chuva marcou presença em força no Estoril

 

Pedro Marreiros e Nuno Batista (Porsche 911 GT3 Cup) dominam as sessões de treinos livres e dessa forma são os melhores entres os participantes do Campeonato Nacional de Velocidade (CNV).

Francisco Mora (Seat Leon Cup Racer) lidera nos turismos nacionais. Na primeira sessão de treinos livres fez terceiro à geralm, segundo entre os TCR e na segunda sessão baixou para quarto da geral, depois de ter sido passado pelo Ginetta, um bem mais potente GT, de Pablo Yeregui e Daniel Carretero.

António Cabral e Pedro Molejo (Porsche 911 GT3 Cup) são nos treinos livres os terceiros melhores participantes do CNV.

O Circuito do Estoril pontua para o CNV nas classes de GT e Turismo, numa prova em que as equipas nacionais se defrontam com os participantes do Campeonato Espanhol de Resistência.

 

Challenge Desafio Único FEUP – 2ª Sessão de Treinos Cronometrados

António Ferreira (Alfa-Romeo 156) dominou a segunda sessão de treinos cronometrados e realizou a melhor marca até ao momento, no que ao Challenge Desafio Único FEUP diz respeito. Afonso Cidrais (Alfa-Romeo 156) foi segundo a 2,09s, batendo Gustavo Moura (Alfa-Romeo 156) por escassas 38 centésimas.

Carlos Rodrigues (Fiat Punto 85s) fez a sexta melhor marca à geral e foi o melhor dos FEUP 2 por seis centésimas, tendo o segundo melhor tempo sido posse de José Monteiro (Fiat Punto 85s). Diogo Gonçalves (Fiat Punto 85s), fez o terceiro tempo a menos de um segundo da melhor marca. Fica feita a promessa de uma grande corrida, para as 14.45 horas.

Challenge Desafio Único FEUP – 1ª Sessão de Treinos Cronometrados

João Batista (Alfa-Romeo 156) dominou a primeira sessão de treinos cronometrados do Challenge Desafio Único FEUP. Na pista molhada do Estoril rodou em 2m 28,594s, batendo Paulo Ribeiro (Alfa-Romeo 156) por 98 centésimas. Raúl Delgado (Alfa-Romeo 156) fez a terceira melhor marca, com mais 1,80 segundos.

Tiago Vilela (Fiat Punto 85s) voltou a afirmar-se como o mais rápido entre os concorrentes do FEUP2, que é com quem diz, dos Fiat. Intrometeu-se na “guerra” dos Alfa-Romeos e deixou a concorrência, personificada em André Martins (Fiat Punto 85s) a 1,60s. Manuel Fernandes (Fiat Punto 85s) foi o terceiro mais rápido.

 

Scroll To Top