Quinta-feira , Novembro 14 2019
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Clássicos, Clássicos 1300 e Legends com final de época em beleza no AIA
Clássicos, Clássicos 1300 e Legends com final de época em beleza no AIA

Clássicos, Clássicos 1300 e Legends com final de época em beleza no AIA

 

Campeonato de Portugal de Velocidade Legends

A época de 2019 do Campeonato de Portugal de Velocidade Legends revelou-se a melhor edição deste campeonato criado pela ANPAC há pouco mais de cinco anos e que trouxe de volta às pistas veículos emblemáticos da Velocidade nacional, de diferentes eras e especificações. No Autódromo Internacional do Algarve tivemos uma das melhores grelhas da competição, num fim de semana em que todos os títulos estavam em aberto.

Depois de no sábado ter sido disputada a Corrida 1, ontem os pilotos dos Legends voltaram a dar espectáculo na Corrida 2, apesar da pista algarvia apresentar condições mais difíceis do que nos dias anteriores, alternando piso seco com zonas molhadas. Ainda assim, Vasco Barros voltou a impor o Mercedes 190 DTM da categoria Especial, seguido por João Luís, no exótico Renault Spyder Trophy, enquanto Tito Gomes (BMW 320is ex-Alcides Petiz) completou o pódio da categoria.

Na categoria Livre, a vitória na Corrida 2 ficou para os irmãos Monteiro, ao volante do Volvo 850 T5, logo seguidos pelo BMW 320d de Manuel Pedro Fernandes e Hugo Mestre, e pelo Toyota Corolla GTi de Filipe Ferreira e Nuno Gonçalves. José Meireles levou o Toyota Carina E ao triunfo na categoria L99, terminando na frente de Nuno Figueiredo (Volvo 850 T5 Estate) e Hernâni Conceição (Alfa Romeo 156).

Os Honda Civic dominaram a categoria L90 2000, com vitória na Corrida 2 para Hugo Branquinho, que foi acompanhado no pódio pelos irmãos Marco e Nuno Basílio. Os jovens pilotos dos FEUP 2 também voltaram a proporcionar uma corrida emotiva, com Tiago Montes a ser desta vez o mais rápido nos Fiat Punto 85, subindo ao pódio na frente de Manuel Alves e João Barroso.

Na categoria até 1300cc Luís Império(Citroen ax) foi o vencedor não podendo contar com a habitual luta de Pedro Fonseca (Toyota Starlet).

Campeonato de Portugal de Velocidade Clássicos e Clássicos 1300

Desligaram-se os motores. O Autódromo Internacional do Algarve também foi o palco da quinta e última prova dos campeonatos de Portugal de Velocidade Clássicos e Clássicos 1300, voltando a confirmar o excelente momento que estas competições atravessam. Depois da Corrida 1 no sábado, a derradeira corrida da temporada disputou-se ontem e teve uma fase inicial emocionante, quando Carlos Vieira colocou o seu Ford Escort de Grupo 5 na frente da corrida, logo seguido pelo Ford Escort de Rui Azevedo e pelo Porsche 911 RSR de João Macedo Silva. Vieira, que tinha regressado as vitórias no dia anterior, não teve desta vez a sorte pelo seu lado pois estava na frente de Macedo Silva quando a roda traseira esquerda do seu Escort se soltou, obrigando-o a ficar na escapatória da curva de entrada na reta da meta.

A partir daí, Macedo Silva não deu hipóteses à restante armada dos Escort, garantindo mais um triunfo nos H75, na frente de Rui Azevedo, de Joaquim Jorge e de Rui Alves, três pilotos que terminaram separados por escassos 1,2s. Rómulo Mineiro, também num Escort, fechou o top 5 nos H75, cortando a linha de meta na frente do vencedor do Grupo 5, Fernando Soares (Ford Escort). Luís Carlos (Ford Escort Mk2) e João Cruz (Ford Anglia) também subiram ao pódio no Grupo 5, enquanto o BMW 323i pilotado por Jorge Cruz foi novamente o mais rápido nos H81, seguido pelo Ford Escort de Nuno Augusto e pelo Porsche 924 de Pedro Poças. Joaquim Soares levou o Lotus Elan 26R à vitoria nos H71, superando desta feita o Porsche 914-6 GT de João Vieira e o Alfa Romeo GTAm de Bruno Duarte e Filipe Jesus.

Nos Clássicos 1300, vitória para o regressado José Fafiães e o Datsun 1200, seguido pelos Datsun de João Braga e João Alegria, que completaram o pódio dos H75, com o estreante Pedro Barbosa a garantir o quarto lugar. Bruno Pires, que já tinha sido campeão nos H71 com as ausências de Paulo Miguel MG Midget e Cândido Monteiro (Datsun 1200), teve desta vez problemas na Corrida 2, enquanto o Datsun 1000 de Veloso Amaral e Miguel Barata triunfou na Taça 1000.

 

Scroll To Top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com