Terça-feira , Maio 21 2019
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Contrariedades não negam pódio a Miguel Lobo
Contrariedades não negam pódio a Miguel Lobo

Contrariedades não negam pódio a Miguel Lobo

 

Miguel Lobo disputou este fim-de-semana no Autódromo do Estoril a primeira ronda do Open de Portugal de Velocidade e, muito embora tenha sofrido inúmeras contrariedades, conseguiu uma subida ao pódio na corrida mais importante do evento.

O fim-de-semana começou da melhor forma ao piloto de Paços de Ferreira, ao conquistar a pole-position para a primeira Corrida de Qualificação, o que lhe abrias excelentes perspectivas para a prova de treze voltas. No entanto, e depois de ter estado na luta pelas posições cimeiras, começou a sentir problemas de caixa de velocidade que o atrasaram consideravelmente. O desfecho acabaria por ser o oitavo posto devido a uma passagem pelas boxes. Ainda assim, Miguel Lobo garantiu o triunfo na classe G1 e o segundo lugar entre os GT.

Patrick Cunha, o seu colega de equipa no Autódromo do Estoril, teve melhor sorte e na segunda corrida de qualificação, cruzando a linha de meta no segundo posto, depois de uma prova isenta de problemas.

Apesar de arrancar para a Corrida 3 apenas do quinto lugar, Miguel Lobo e o seu colega de equipa estavam optimistas e pretendiam conquistar um bom resultado. O piloto de Paços de Ferreira partiu bem e rapidamente chegou aos lugares do pódio, contudo, quando ainda seguia no seu turno condução, ficou sem travões, obrigando-o a duas incursões por fora de pista.

Miguel Lobo e o seu colega de equipa, apesar das contrariedades, continuaram em pista, cruzando a linha de meta num excelente terceiro lugar da geral – segundo entre os GT e primeiro da classe G1. “Foi um fim-de-semana difícil, com a instabilidade climatérica a arranjar problemas à organização e a todos os concorrentes e com todas as dificuldades técnicas que sofremos. Apesar de tudo, fomos competitivos como demonstra o nosso andamento e a pole-position que conquistei no sábado. O terceiro lugar é o resultado possível, mas poderia ter sido melhor”, salientou o piloto de vinte e quatro anos.

O jovem de Paço de Ferreira aponta os pontos somados no fim-de-semana do Estoril, estando confiante de que nas restantes provas da temporada tudo correrá melhor. “Não estivemos aqui com o nosso carro, o que nos criou alguns problemas. Mas em Braga teremos já o Mercedes-AMG GT4 e estou seguro de que seremos ainda mais competitivos e esperamos não ter as questões de fiabilidade que sentimos aqui. Penso que seremos ainda mais fortes”, afirmou Miguel Lobo.

A próxima prova do Open de Portugal de Velocidade disputa-se nos próximos dias 4 e 5 de Maio, No Circuito Vasco Sameiro, Braga.

 

Scroll To Top