Segunda-feira , Outubro 14 2019
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Corridas ‘loucas’ marcam regresso do Super Seven by Toyo Tires a Jerez de La Frontera!
Corridas ‘loucas’ marcam regresso do Super Seven by Toyo Tires a Jerez de La Frontera!

Corridas ‘loucas’ marcam regresso do Super Seven by Toyo Tires a Jerez de La Frontera!

As palavras são de Luís Filipe Oliveira e assemelham-se a um título de película cinematográfica, mas não podiam estar mais perto da realidade: o regresso do Super Seven by Toyo Tires ao Circuito de Jerez de La Frontera traduziu-se em “duas corridas loucas” onde a competitividade do Troféu esteve novamente em evidência, deixando os mais de 5 mil espetadores eufóricos com as inúmeras batalhas travadas na pista!

A descrição feita pelo piloto do Caterham nº 24 no final da segunda contenda espelha na íntegra os acontecimentos deste Domingo, seja pela forma como os concorrentes foram trocando posições ao longo dos 25 minutos de cada corrida, seja pelas decisões do Colégio de Comissários da prova em penalizarem diversos condutores pela ultrapassagem dos limites da pista.

Uma situação que provocou forçosamente alterações na classificação da Corrida 1, mas que não retirou de nenhum modo o ímpeto dos pilotos no ataque à derradeira competição do dia.

LUTA INCRÍVEL NOS 420R

Apesar do resultado do fim-de-semana indicar o contrário, Pedro Salvador não teve vida fácil nos 420R. Tanto na primeira, como na segunda corrida, o rosto da Speedy Motorsport foi obrigado a suster a determinação de um ‘comboio’ liderado por José Carlos Pires.

O piloto da Mageltech-Atomic (Pires) contou com a companhia de J.J. Magalhães, Francisco Villar, Diogo Tavares, Gonçalo Lobo do Vale e Sérgio Saraiva na pressão ao líder da categoria e as ultrapassagens vividas entre o grupo deixaram o público presente rendido ao espetáculo que se produziu em pista.

Recuperando de uma primeira corrida menos favorável, Luís Calheiros Ferreira revelou um andamento endiabrado na segunda oportunidade que teve ao seu dispor, subindo 3 posições entre uma e outra. Concluiu, assim, o seu fim-de-semana com um positivo 6º lugar, depois de uma animada luta com David Saraiva, no carro nº 333 do Team Nova Driver.

Ainda em processo de adaptação à nova equipa, Ricardo Rajani foi evoluindo no seu contacto com a pista e conseguiu usufruir da segunda corrida ao superar pelo caminho o duo do Team Norte composto por Diogo Costa e Nuno Pires.

A correr em casa, Daniel Gonzalez-Vallinas demonstrou a evolução que tem vindo a registar com o Caterham nº 81 preparado pela BCM Sports, amealhando um 12º e 13º lugares disputadíssimos entre o piloto LxwayAuto (Rajani) na primeira corrida e o combativo Duarte Lisboa na segunda.

A fechar a classificação dos 420R, Paulo Costa divertiu-se num fim-de-semana em que revelou algumas dificuldades para encontrar o melhor acerto do carro.

SURPRESAS NA S1600

Se a primeira corrida voltou a revelar a extraordinária igualdade de andamentos entre Bernardo Bello e Luís Filipe Oliveira, com o triunfo a pender novamente pela margem mínima para o primeiro, a entrada direta no pódio do regressado Miguel Couceiro foi uma das histórias mais bonitas do dia. Melhor só mesmo o triunfo de António Nunes de Almeida na Corrida 2, após uma batalha fantástica decidida no ‘photo-finish’ contra os habituais protagonistas.

Logo atrás desta quadra, e num andamento fantástico para quem experimentava pela primeira vez os desafios deste circuito, terminaram Francisco Figueiredo e Pedro Lacerda, deixando a sensação de que podem e querem intrometer-se nesta luta.

A recuperar sensações no Troféu, Rodrigo Nunes Almeida mostrou-se encantando com a oportunidade de correr num circuito histórico.

Se Luís Filipe Oliveira teve de lutar contra um capot levantado que lhe cortou a visibilidade a duas voltas do fim da segunda corrida — contratempo que reforçou a emoção em torno de uma categoria cada vez mais entusiasmante, João Moniz Galvão foi incapaz de repetir o bom desempenho da qualificação à conta de uma contrariedade no seu Caterham que o fez abandonar no primeiro desafio.

BUSINESS COM SABOR A PRO

Procurando capitalizar a ausência de José Kol Almeida, os aspirantes à liderança da S1600 Business fizeram de tudo para amealhar o máximo de pontos nesta passagem por Jerez de La Frontera. No final, Frederico Brion Sanches superou Bruno Martins, triunfando nas duas corridas, ao passo que a terceira posição foi repartida entre André Matos e Fernando Costa. O andamento revelado por estes pilotos diz tudo sobre a competitividade vivida na classe, com Brion, em particular, a registar tempos ao nível da Pro, e a lutar ao longo de todo o fim-de-semana contra concorrentes desta categoria.

Para Tiago Raposo Magalhães, o regresso do Super Seven by Toyo Tires a Jerez de La Frontera irá perdurar na memória:

“Foi um fim-de-semana tremendo a todos os níveis, no plano social e desportivo, e que teve o seu expoente máximo este Domingo. Derivada do nível dos pilotos e equipas vive-se uma enorme competitividade no Troféu, e não tenho dúvidas de que o espetáculo proporcionado foi bem recebido pelos milhares de adeptos que se deslocaram ao circuito e que acompanharam a transmissão em live-streaming das duas corridas”, concluiu o responsável da CRM Motorsport.

Terminada esta 4ª ronda da competição monomarca de maior longevidade do automobilismo nacional, as emoções do Super Seven by Toyo Tires deslocam-se a Portimão e ao Autódromo do Algarve para a 5ª e penúltima etapa desta temporada.

 

Corrida 1 — Jerez Racing Weekend, 14-15 Setembro 2019

1 – #25 Pedro Salvador (420R)

2 – #21 J. J. Magalhães (420R)

3 – #7 Diogo Tavares (420R)

4 – #333 Sérgio Saraiva (420R)

5 – #53 José Carlos Pires (420R)

6 – #23 Diogo Costa (420R)

7 – #30 Gonçalo Lobo Vale (420R)

8 – #54 Nuno Pires (420R)

9 – #8 Luís Calheiros Ferreira (420R)

10 – #44 Nuno Afonso (420R)

11 – #33 Ricardo Rajani (420R)

12 – #81 Daniel Gonzalez-Vallinas (420R)

13 – #19 Duarte Lisboa (420R)

14 – #57 Bernardo Bello (S1600 PRO)

15 – #24 Luís Filipe Oliveira (S1600 PRO)

16 – #22 Miguel Couceiro (S1600 PRO)

17 – #18 Francisco Figueiredo (S1600 PRO)

18 – #37 Pedro Lacerda (S1600 PRO)

19 – #77 Frederico Brion Sanches (S1600 BUS)

20 – #36 Rodrigo Nunes de Almeida (S1600 PRO)

21 – #9 Bruno Martins (S1600 BUS)

22 – #31 André Matos (S1600 BUS)

23 – #34 Francisco Villar (420R)

NC

#27 João Galvão (S1600 PRO)

#29 Paulo Costa (420R)

#43 Fernando Costa (420R)

 

Corrida 2 — Jerez Racing Weekend, 14-15 Setembro 2019

1 – #25 Pedro Salvador (420R)

2 – #34 Francisco Villar (420R)

3 – #7 Diogo Tavares (420R)

4 – #53 José Carlos Pires (420R)

5 – #30 Gonçalo Lobo Vale (420R)

6 – #8 Luís Calheiros Ferreira (420R)

7 – #333 Sérgio Saraiva (420R)

8 – #21 J. J. Magalhães (420R)

9 – #33 Ricardo Rajani (420R)

10 – #23 Diogo Costa (420R)

11 – #44 Nuno Afonso (420R)

12 – #54 Nuno Pires (420R)

13 – #81 Daniel Gonzalez-Vallinas (420R)

14 – #19 Duarte Lisboa (420R)

15 – #29 Paulo Costa (420R)

16 – #36 António Nunes Almeida (S1600 PRO)

17 – #24 Luís Filipe Oliveira (S1600 PRO)

18 – #57 Bernardo Bello (S1600 PRO)

19 – #22 Miguel Couceiro (S1600 PRO)

20 – #18 Francisco Figueiredo (S1600 PRO)

21 – #37 Pedro Lacerda (S1600 PRO)

22 – #77 Frederico Brion Sanches (S1600 BUS)

23 – #9 Bruno Martins (S1600 BUS)

24 – #43 Fernando Costa (S1600 BUS)

25 – #31 Tiago Sousa (S1600 BUS)

 

Scroll To Top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com