Sexta-feira , Dezembro 14 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / Diogo Simões e Filipe Abrantes ao rubro pelo título no Campeonato Centro de Ralis
Diogo Simões e Filipe Abrantes ao rubro  pelo título no Campeonato Centro de Ralis

Diogo Simões e Filipe Abrantes ao rubro pelo título no Campeonato Centro de Ralis

 

 

Prova do Gondomar Automóvel Sport promete luta titânica, desenrolando-se numa fase em que as grandes decisões ganham forma

 

O Constálica Rallye Vouzela não poderia vir na melhor altura para as duplas Diogo Simões/Tiago Neves e Filipe Abrantes/Marco Vilas Boas que, no coração de Lafões, vão procurar assegurar o total de pontos para “fugir” na classificação no Campeonato Centro de Ralis.

Separados por escassos três pontos, com vantagem para o piloto de Vila Nova de Poiares que tripula um Renault Clio RS em relação ao de Águeda ao volante do Citroën CR R2, a prova do Gondomar Automóvel Sport promete luta titânica, até porque se desenrola numa fase em que as grandes decisões ganham forma.

Quem desaprova esta ideia é Eduardo Veiga e Justino Reis, impossibilitados de estar presentes em Vouzela, depois do motor do Ford Escort RS MK II ter sido entregue ao “criador” aquando da abordagem na primeira especial açoriana do Rali Além Mar Santa Maria.

Com o infortúnio a bater à porta do piloto aguedense em pleno Atlântico e sem poder reparar a tempo a anomalia no “coração” da viatura da marca oval, o Constálica Rallye Vouzela acaba por ficar “órfão” dos líderes do Campeonato Centro de Ralis, que somam 79,12 pontos.

Por via desse factor, a prova promovida pela Promolafões ganha algum mediatismo para os segundos e terceiros classificados Diogo Simões/Tiago Neves (68 pontos) e Filipe Abrantes/Marco Vilas Boas (65), podendo assim aproveitar a ausência forçada dos comandantes à partida para a sétima prova pontuável para o “Centro de Ralis” para esgrimir argumentos e relançarem o campeonato.

Nada pode condicionar as prestações de poiarense e aguedense, num rali verdadeiramente apoteótico que recebe ainda figuras de renome do panorama nacional mas com metas bem claras e que nada têm a ver com a luta pelo campeonato.

Se Diogo Simões procura adquirir “fôlego” no sentido de “espetar” a “bandeira” no topo da classificação da prova e respectivo campeonato, partindo para a estrada com o número 1 nas portas do Renault Clio RS, também Filipe Abrantes pisca o olho ao triunfo de forma a reduzir rapidamente a sua desvantagem pontual na principal frente a que vai estar sujeito, exibindo o número 2 no Citroën CR R2.

Quem não vai ficar de braços cruzados é David Lucas. O piloto do Peugeot 206 GTi, navegado por Roberto Santos, também poderá ter uma palavra a dizer neste confronto de titãs, não descurando um bom resultado que viabilize a sua manutenção na corrida ao título. À partida para este compromisso, David Lucas patenteia 58 pontos, mais três que Rui Mendes que, no entanto, prima pela ausência em Vouzela.

José Gomes, navegado pelo conimbricense Bruno Pedrosa, é um piloto que volta a marcar presença no Constálica Rallye Vouzela. O viseense, que nunca deita a toalha ao chão e, por isso, recolhe a simpatia do público, aposta na fiabilidade do Citroën Saxo Kit Car para manter intocável o “selo” de assiduidade no pódio. Em 2016, José Gomes assumiu uma condução notável para levar de vencida o Campeonato Regional Centro de Ralis.

O ano passado, o viseense assinou cinco triunfos das seis provas em agenda, embora tenha sido relegado para fora dos lugares cimeiros na sequência de uma penalização.

Além de pontuar para o Campeonato Centro de Ralis, o Constálica Rallye Vouzela conta ainda para o Desafio Kumho Portugal, Challenge 1000 e Copa Peugeot 106, onde figuram, entre outros, Vítor Pascoal/Ricardo Faria (Porsche 997 GTE), Carlos Matos/Jorge Henriques (Ford Fiesta R5), Alfredo Barros/Pedro Alves (Ford Fiesta R5), António Dias/Nuno Rodrigues da Silva (Skoda Fabia R5), Luís Silva/José Janela (Citroën DS3 R5), Carlos Fernandes/Bruno Abreu (Mitsubishi Lancer Evo VI), Gaspar Pinto/Bernardo Gusmão (Mitsubishi Lancer Evo VI).

Desta longa lista deverá sair o vencedor absoluto. A título de curiosidade, Carlos Matos lidera a lista de vencedores da prova do Gondomar Automóvel Sport, com três triunfos consecutivos, cabendo a Vítor Pascoal, o ano passado, travar a onda vitoriosa do piloto de S. Pedro do Sul.

 

Scroll To Top