Quarta-feira , Dezembro 11 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / E vai mais uma para Ogier (por Ralisonline)
E vai mais uma para Ogier (por Ralisonline)

E vai mais uma para Ogier (por Ralisonline)

O derradeiro dia do Rally da Polónia foi composto apenas por quatro especiais, com um total de 50 quilómetros cronometrados, onde a luta pela terceira posição foi o maior foco de interesse.

Para não variar, Sébastien Ogier limitou-se a passear no derradeiro dia e a poupar pneus para se destacar também na Power Stage (onde foi o mais rápido), conseguindo na Polónia a sua vigésima primeira vitória e pontuação máxima ao juntar os 3 pontos extra.

Andreas Mikkelsen deu luta no inicio mas hoje, serviu apenas para confirmar a superioridade da Volkswagen no WRC, ao obter nova “dobradinha” em 2014. Mikkelsen chegou a dizer antes do rally que teria hipóteses de obter um bom resultado pois, a maioria dos troços eram desconhecidos para quase todos os pilotos, incluindo a Power Stage, onde obteve 2 pontos extra.

Thierry Neuville voltou a andar rápido e a fiabilidade do Hyundai também ajudou desta vez, se colocar de parte os problemas de travões no primeiro dia. O piloto belga obteve o segundo pódio da temporada pois, conseguiu distanciar-se de Hirvonen.

O finlandês da Ford conseguiu segurar a quarta posição for um fio, num rally que esteve muito abaixo do que era esperado, ainda mais por ser um dos poucos pilotos que tinha algum conhecimento do terreno pois, Hirvonen disputou a edição de 2009.

Jari-Matti Latvala passou Juho Hänninen logo no primeiro troço do dia e depois foi em perseguição de Hirvonen. O finlandês da Volkswagen venceu os três primeiros troços e ainda obteve 1 ponto extra na Power Stage mas, no final, ficou na quinta posição a 0,7s de Hirvonen.

Kris Meeke passou Henning Solberg no primeiro troço e duas especiais mais tarde, foi a vez de Hayden Paddon ceder a sétima posição para o piloto britânico que ficou a mais de 1m30s de Hänninen.

Ott Tänak esteve brilhante a todos os níveis e conseguiu finalmente, obter a primeira vitória do ano no WRC2, depois de tantas saídas de estrada em outros rallies.
Bernardo Sousa e Hugo Magalhães também limitaram-se o levar o Fiesta RRC ao final pois, era impossível ir mais além em condições normais, terminando em quinto do WRC2 e décimo sexto da geral.

Stéphane Lefebvre voltou a vencer no WRC3 e JWRC com o DS3 R3T e Sander Pärn foi o melhor entre os Fiesta R2 da DMACK.

polonoadia3

 

Scroll To Top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com