Domingo , Dezembro 16 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / Editorial (por Paulo Homem)
Editorial (por Paulo Homem)

Editorial (por Paulo Homem)

O nosso editorial é mais uma vez escrito pelo nosso amigo Paulo Homem, do ralisonline.net que esta semana publica um editorial pleno de razão e ao qual já algum tempo também defendemos e nos revemos nele e que o nosso amigo gentilmente nos deu autorização de publicar e que aqui transcrevemos:

Em 2015 a região centro do país pode vir a assistir a cerca de 13 ralis, não contando com as provas do Nacional de Ralis!!!

Para além do Campeonato FPAK do Centro (ainda não me habituei ás novas designações) e do reconhecido Troféu Rally Regional Centro (vulgo TRRC), haverá ainda o Critério de Ralis Centro, que mais não é do que um campeonato sprint de baixos custos.

É legítimo que todos os clubes e agremiações tenham direito a querer desenvolver os seus campeonatos de ralis, sendo até sinónimo de vitalidade da modalidade, o que até nem é verdade neste momento de crise.

Contudo, seria muito mais interessante os clubes entenderem-se e definirem em comum um calendário com seis provas, que permitisse a concentração de pilotos numa competição e não a dispersão dos mesmos.

Prefiro um rali com 50 inscritos do que dois com 25 inscritos, como prefiro menos provas com mais inscritos do que muitas provas com poucos incritos.

Exemplos como estes já vimos no centro e até no sul e os resultados não foram bons, nem para os clubes, nem para a FPAK e muitos menos para a modalidade.

A FPAK também devia perceber que ao incentivar a concentração, estaria a prestar uma melhor serviço aos ralis. O inacreditável número de provas de ralis que existem em Portugal não têm correspondência no número de inscritos e de interesse que as mesmas despertam. Infelizmente em Portugal não se aprende com os erros.

Bons Ralis, mas em segurança!!!

Paulo Homem

 

Scroll To Top