Terça-feira , Setembro 17 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / Eduardo Veiga acelera à porta de casa com os olhos no triunfo
Eduardo Veiga acelera à porta de casa com os olhos no triunfo

Eduardo Veiga acelera à porta de casa com os olhos no triunfo

 

 

Eduardo Veiga e Justino Reis apostam na fiabilidade do Ford Escort MK II para “prender” o público à “corrente” do Rali de Águeda, prova que vai para a estrada sábado à noite e domingo.

 

A presença de Eduardo Veiga no Rali de Águeda está a ser aguardada com enorme expectativa, não só por se tratar de um piloto experiente, mas pelo facto de “acelerar em casa” e com enorme falante de apoio para o coadjuvar na legítima vontade de vencer.

 

Navegado por Justino Reis, o piloto aguedense vai, com toda a certeza, fazer uma demonstração cabal das suas potencialidades com o famosíssimo Ford Escort MK II, viatura que também é carinhosamente conhecida por “skate”.

 

A participação deste aguedense de gema na oitava prova pontuável para o Campeonato Regional de Ralis Centro – Jorge Amorim tem ainda o condão de ajudar a projectar a cidade e o concelho, diversificando ainda mais a oferta para conquistar os conterrâneos para esta disciplina automóvel.

 

«É com imenso prazer que volto a sentir o pulsar das minhas raízes, até porque o Rali de Águeda, além de catapultar ainda mais a cidade e o concelho, tem a particularidade de passar muito perto da minha residência», sublinhou Eduardo Veiga.

 

«Até por esses dois motivos, era impensável não poder estar envolvido nesta etapa do Campeonato Regional de Ralis Centro – Jorge Amorim. Naturalmente que estamos perante uma jornada em que a motivação sobre como o mercúrio nos termómetros. A nossa missão passa, forçosamente, por dar o nosso melhor, tendo o triunfo como objectivo, com o intuito de presentear os aguedenses e o público em geral com uma condução convincente, sem descurar, obviamente, a componente rapidez», acrescentou o piloto de Águeda.

 

Aos comandos de um Ford Escort MK II, Eduardo Veiga está convencido que «o público vai comparecer em grande número às especiais, numa região caracterizada pela vigorosa massa de aficionados, além de estamos perante especiais sublimes do ponto de vista de condução, bem ao jeito dos apaixonados das emoções dos desportos motorizados», disse, em jeito de rodapé, o experiente piloto de Águeda.

 

Refira-se que o Rali de Águeda vai para a estrada sábado à noite, com a super-especial a desenvolver a partir das 20h30, com os pilotos a mostrarem as aventuras e peripécias nas principais artérias da Baixa da cidade, estando reservado para o dia seguinte dose dupla de emoções fortes.

Será a partir das 11h35 que chegam os novos desafios para os pilotos. Falgoselhe passa a ser o primeiro troço do dia, com a sua versão de 8,25 km, seguindo-se, a partir das 12h03, a especial de Préstimo, na extensão de 12,28 km, ambas a disputar no período matinal.

 

Terminada a segunda secção da primeira etapa, a terceira e derradeira secção terá início pelas 13h58, com nova incursão pelos 8,25 km de Falgoselhe. A fechar o programa do Rali de Águeda, a incontornável classificativa de Préstimo, a partir das 14h26, que, com os seus exigentes 12,28 km, volta a ser a especial mais longa e em que tudo se decidirá.

 

 

Scroll To Top