Sexta-feira , Janeiro 22 2021
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / Elisabete Jacinto foi 4ª entre os camiões no arranque do Africa Race
Elisabete Jacinto foi 4ª entre os camiões no arranque do Africa Race

Elisabete Jacinto foi 4ª entre os camiões no arranque do Africa Race

A piloto portuguesa Elisabete Jacinto alcançou hoje na primeira etapa do Africa Eco Race, que ligou Nador a Jorf El Hamam, o quarto posto entre os camiões e o 12º da classificação conjunta dedicada a automóveis e camiões. A equipa OLEOBAN® cumpriu o percurso em 44m06s ficando a apenas 6m41s do primeiro lugar da geral. Em relação aos camiões, o Kamaz de Sergey Kuprianov foi o mais rápido na pista, mas o trioportuguês esteve sempre no seu encalço e conseguiu terminar com uma curta diferença de 2m11s para os russos.

Neste primeiro dia de prova, devido aos atrasos na chegada do barco a Nador e por questões de segurança, a organização optou por anular a especial para as motas e os carros e camiões cumpriram apenas metade do percurso, ou seja, fizeram cerca de 46 quilómetros cronometrados.

Ainda assim, a jornada não foi fácil, uma vez que grande parte do traçado era composto por pedra e caminhos estreitos e sinuosos. Mas, para Elisabete Jacinto esta especial foi um bom arranque: “apesar de ter exigido muito de nós, porque era necessário ter muita técnica e perícia na condução e a navegação também era difícil, a etapa correu bem. Hoje só fizemos metade da especial porque houve um grande atraso na chegada a Nador e por motivos de segurança a organização decidiu anular a etapa para as motas e apenas carros e camiões cumpriram o percurso. Fizemos toda a especial sempre no caminho certo e não nos perdemos uma única vez. Neste momento, ainda me estou a adaptar às alterações que fizemos recentemente ao camião e ainda sinto algumas dificuldades na condução. Sei que daqui para a frente vou conseguir evoluir e amanhã vamos dar o nosso melhor para alcançar bons resultados e cumprir o objetivo de terminar no pódio”, comentou Elisabete Jacinto.

Amanhã disputa-se a segunda etapa do Africa Eco Race 2016 que vai ligar Jorf El Hamam a Tangounite. Ao todo são 313 quilómetros cronometrados, num percurso maioritariamente composto por areia e trilhos de pedra.
O Erg Chebi, situado perto de Merzouga, vai ser o primeiro grande desafio dos concorrentes que terão de enfrentar as primeiras dunas da competição.

 

Scroll To Top