Quinta-feira , Junho 27 2019
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Equipas entusiasmadas com as GT4 South European Series
Equipas entusiasmadas com as GT4 South European Series

Equipas entusiasmadas com as GT4 South European Series

As GT4 South European Series foram anunciadas há pouco mais de uma semana, mas o interesse que tem gerado é enorme e são inúmeras as equipas que tem mostrado o desejo de participar na competição que terá no seu calendário duas provas em Portugal, outras tantas em Espanha e uma em França.

O crescente interesse na Europa e pelo mundo inteiro por competições que têm por base o regulamento GT4 do SRO Motorsport Group não tardou a evidenciar-se na Península Ibérica, com as mais importantes estruturas dos dois lados da fronteira a estudarem e a montarem projectos para participar na série edificada pela Race Ready com o apoio do grupo liderado por Stéphane Ratel.

Em Portugal, duas equipas estão determinadas em realizar uma aposta forte nas GT4 South European Series – a Veloso Motorsport e a Speedy Motorsport.

A formação de Luís Veloso, uma habitué nas competições portuguesas e com diversos títulos no seu currículo, tem já dois carros nas suas instalações – um Porsche Cayman GT4 CS MR com as especificações de 2018 e um Maserati GranTurismo MC GT4 – mas conta ter mais duas máquinas novas prontas para o início da temporada, marcado para Nogaro entre os dias 19 e 22 de Abril.

A equipa de Póvoa de Lanhoso, que já passou pela FIA GT Series, está também disponível para receber carros de pilotos que tenham interesse em tomar parte nas GT4 South European Series.

A Speedy Motorsport é outro dos nomes de peso no panorama de automobilismo português e mostrou também o seu desejo para participar na competição organizada pela Race Ready. A equipa que conquistou em 2018 o título luso de pilotos de velocidade, pelas mãos de Pedro Salvador, terá nas suas instalações um novo carro da categoria GT4 que conta inscrever nas GT4 South European Series, evidenciando a sua crença na competição.

Por outro lado, também a estrutura liderada por Pedro Salvador está receptiva a receber carros de pilotos que pretendam participar na série que se baseia na Península Ibérica, mas tem aspirações a ultrapassar os Pirenéus.

Também atentas às GT4 South European Series estão a ASM Team e a The Racing Factory. A formação de António Simões tem um longo historial, tendo sido uma das grandes protagonistas durante bastantes anos no Campeonato de España de GT, para além de ter participado em Le Mans e nas European Le Mans Series na classe LMP2. A estrutura de Santa Maria da Feira tem um passado mais recente, mas tem mostrado, igualmente, grande capacidade técnica.

Para já, nenhuma destas duas formações tem prevista a aquisição de um carro de acordo com a regulamentação GT4 do SRO Motorsport Group, mas mostram-se entusiasmadas com as GT4 South European Series, estando abertas à possibilidade de dar assistência a pilotos que adquiram um automóvel.

Em Espanha, até ao momento, são cinco as equipas mostraram interesse nas GT4 South European Series, todas elas estruturas de ponta no país vizinho, como é o caso da SPV Racing, NM Racing Team, Teo Martín Motorsport, Team Virage e E2P.

A SPV Racing é uma formação jovem, mas num curto espaço de tempo foi capaz de garantir uma excelente reputação, tanto em competições espanholas como internacionais. A equipa liderada por Raúl Garcia conta com dois Porsche Cayman GT4 CS MR, sendo as máquinas de Weissach excelentes opções para tomar parte nas GT4 South European Series.

A NM Racing Team não necessita de apresentações. A estrutura de Nil Montserrat conquistou excelentes resultados, como a vitória absoluta nas 24 Horas de Barcelona de 2017, voltando ao degrau mais alto do pódio na sua categoria na edição de 2018, sempre os seus Ginetta G55 GT4, que tão bons resultados têm oferecido aos catalães nos últimos anos. A NM Racing Team está a trabalhar para colocar os seus dois Ginetta na temporada de estreia das GT4 South European Series.

O nome da Teo Martín Motorsport é, talvez, um dos mais conhecidos em toda a Península Ibérica, graças ao seu compromisso com o automobilismo que tem mais de trinta anos. A equipa madrilena conta com um palmarés extenso em campeonatos europeus, como é o caso do International GT Open, sem esquecer a sua presença de êxito no antigo Campeonato de España de Turismos. Teo Martín Motorsport está a ultimar a aquisição de veículos de acordo com o regulamento GT4 da última geração de um fabricante que se conhecerá nas próximas semanas e também expressou o seu interesse na competição da Race Ready.

O Team Virage tem à sua frente dois homens de grande experiência, como é o caso de Philippe Gautheron e Julien Gerbi. Gautheron, um afamado engenheiro francês, chegou a Espanha na década de noventa, tendo estado, inclusivamente, envolvido na Fórmula 2, e Gerby, piloto que competiu em monolugares em diversas temporadas, formaram uma forte equipa em apenas um ano. Conta com um KTM X-Bow GT4 2018, estando determinados a estar presentes na competição que terá o seu início no seu país em Abril.

A E2P é uma das equipas mais consolidadas de Espanha, uma vez que a esquadra de Javier Morcillo somou um sem fim de títulos e vitórias em competições de GT. Foram os grandes dominadores de corridas como os 500 Quilómetros de Alcañiz e registaram o seu nome em competições como o Campeonato de España de GT, que venceram este ano. A E2P tem um KTM X-Bow 2018 que pretende colocar nas grelhas de partida das GT4 South European Series.

Fora da Península Ibérica, uma equipa italiana mostrou igualmente interesse na competição edificada pela Race Ready – a Nova Race. A equipa fundada por Luca Magnoni tem dois Ginetta G55 GT4, com especificações de 2018, prontos para entrar nas grelhas de partida das GT4 South European Series, contando abrir os seus horizontes, depois de ter participado em séries como o GT Italia, International GT Open, 24 Horas do Dubai, 12 Horas do Golfo, etc.

A formação transalpina sublinha o interesse que se generalizou em toda a Península Ibérica e ultrapassou os Pirenéus, lançando as bases para grelhas de partida compostas e de qualidade, duas premissas que presidiram o nascimento das GT4 South European Series.

 

Scroll To Top