Quarta-feira , Maio 22 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / Especiais duras não tiram Campos da liderança nacional
Especiais duras não tiram Campos da liderança nacional

Especiais duras não tiram Campos da liderança nacional

Equipa já tem mais de dois minutos de vantagem para a concorrência

 

Miguel Campos e Carlos Magalhães superaram todas as adversidades do segundo dia de competição no Rali de Portugal e concluem a jornada na frente da classificação nacional. A formação do Ford Fiesta R5 está na frente entre os portugueses e tem 2m04s de vantagem para Pedro Meireles, o segundo classificado.

 

O dia foi bastante exigente para as formações lusas, em parte porque como partiam muito atrás, já encontravam os troços em condições bem mais difíceis do que os concorrentes do WRC2, pilotos que correm com modelos semelhantes e com os quais a comparação directa poderia ser feita.

 

“Começámos o dia na frente entre os portugueses depois da boa prestação na super-especial de ontem. Mas depressa tivemos de alterar a nossa estratégia para este rali. A nossa posição de partida prejudicou-nos bastante. Quando chegámos aos troços, os pisos estavam demolidores e se queríamos continuar em competição tivemos de ter muito cuidado em determinadas zonas para não por em causa a mecânica do Ford Fiesta, disse Miguel Campos.

 

“Mesmo assim, estamos satisfeitos com a nossa prestação. Temos noção que não pudemos extrair todo o nosso potencial, mas a liderança entre os portugueses deixa-nos satisfeitos. Agora vamos procurar melhorar e subir algumas posições na classificação geral, afirmou o piloto de Famalicão.

 

Amanhã, Miguel Campos e Carlos Magalhães têm mais seis classificativas pela frente. Na prática, são passagens duplas pelos troços de Baião, de Marão e de Fridão. No total, a equipa cumpre 583,57 km, dos quais 165,08 km são contra o cronómetro.

 

Scroll To Top