Sexta-feira , Outubro 22 2021
ÚLTIMAS
Home / MODALIDADES / Estoril Classics 2021 revelou ser fórmula de sucesso
Estoril Classics 2021 revelou ser fórmula de sucesso

Estoril Classics 2021 revelou ser fórmula de sucesso

Este fim de semana assistiu-se a uma festa icónica do automobilismo que teve como palco o Autódromo do Estoril. Entre 08 e 10 de outubro, o Estoril Classics 2021 reuniu mais de 300 equipas e mais de uma dezena de nacionalidades diferentes, num evento que provou ser uma fórmula de sucesso. Ainda com limitações devido à pandemia, o evento contou com um número limitado de bilhetes para o Paddock que se juntavam às equipas participantes. Com um incrível leque de Clássicos presente, os bilhetes para o Paddock esgotaram, quer no Sábado, quer no Domingo. Já a grande bancada do Autódromo, respeitando todas as orientações de segurança, estava muito bem composta no Domingo para as 10 corridas que ocuparam todo o dia.

Uma festa que terminou com um dia com excelentes corridas, conforme Duarte Nobre Guedes, do Turismo de Cascais, refere: “Todos os anos vamos melhorando o Estoril Classics e este ano batemos todos os recordes. Sempre com o objetivo de viver as memórias que mantêm a identidade de Cascais, esta edição teve muito glamour, emoção e acima de tudo um ambiente incrível. Contamos com muitos participantes e público vindo de todo o mundo para este evento, que nos faz recuar no tempo e recordar alguns dos melhores automóveis da história enquanto mostramos o ADN de Cascais a todo o mundo. Esperamos para o ano, com menores restrições COVID conseguir fazer ainda mais e melhor”.

Apesar de ser, sobretudo, uma celebração do automobilismo e os resultados serem relativamente menos importantes, para a história ficam os vencedores: O belga Christian BOURIEZ que venceu com um Bizzarini 5300 o Greatest Trophy, o Suiço Maxime GUENAT a vencer num Capri RS 3100 e num Lola T286, o Francês Oliver Galant num Jaguar XJR 12 de Group C, o Inglês Steve Brooks que venceu com um F1 Lotus 91. Depois do almoço foi a vez dos ingleses, com do ex-campeão do BTCC Andrew Jordan vencer com Mark Sumpter a prova para Porsche 911 e de seguida Girardo/Cottingham a vencer o ERL com o Dallara que Pedro Lamy levou às 24 horas de Le Mans.

Por fim, foi Armand Mille, da família dos Relógios Richard Mille, a vencer o CER 1 com um Lola T212 com o evento a terminar com a prova Ibérica do Historic Endurance com Lars Rolner a levar a melhor num Porsche 3.0 RS.

O evento espera regressar, naquela que será a 6ª edição, no início de Outubro do próximo ano como começa a ser tradição.

&nbsp

Scroll To Top
Posting....