Terça-feira , Janeiro 22 2019
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / FIA WORLD TOURING CAR CHAMPIONSHIP – RACE OF PORTUGAL (RESUMOS DAS CORRIDAS)
FIA WORLD TOURING CAR CHAMPIONSHIP – RACE OF PORTUGAL (RESUMOS DAS CORRIDAS)

FIA WORLD TOURING CAR CHAMPIONSHIP – RACE OF PORTUGAL (RESUMOS DAS CORRIDAS)

Corrida 1

Pelo segundo ano consecutivo as máquinas e pilotos do WTCC passaram pelas ruas da cidade de Vila Real.

Após uma dupla corrida fantástica na Rússia, os Lada foram “castigados” pelo sucesso e passaram de 20 para 70 kg de lastro para Vila Real, mas os Honda também viram um aumento de peso, de 30 para 60 kg. O peso elevado é uma grande desvantagem num circuito citadino.

Apesar destes fatores, Tiago Monteiro (#18) esteve muitíssimo bem na qualificação e conquistou mesmo a primeira pole position esta temporada. Esta também foi a primeira pole do português no WTCC desde 2010, curiosamente também feita em Portugal, na altura no Autódromo Internacional do Algarve.
Monteiro ficou na pole com Yvan Muller (#68) a colocar o seu Citroën no 2º posto, com mais dois Honda na segunda linha, Norbert Michelisz (#5) e Robert Huff (#12).
No MAC3 foi a Citroën que levou a melhor e levou os 10 pontos.

Com a grelha invertida na corrida 1, Tom Coronel (#9) iria partir na frente, com Nick Catsburg (#10) em 2º, Tom Chilton (#3) em 3º e Mehdi Bennani (#25) em 4º. Tiago Monteiro tinha que evitar problemas nesta corrida para ter mais hipóteses de vencer em casa na corrida 2, e partia do 10º lugar.

No arranque para a corrida 1, Coronel fez o arranque que precisava para se manter na frente. Chilton arrancou bem e passou logo Catsburg para ascender ao 2º lugar. José María López (#37) passou o Volvo de Thed Björk (#62) para subir ao 5º posto.

O pelotão seguia praticamente em fila indiana mas não haviam grandes hipóteses para ultrapassar. Tom Chilton acabou por ser o mais inconformado com esta situação, tentando forçar Coronel a um erro.

Coronel e Chilton conseguiram ao fim de quatro voltas afastar-se ligeiramente de Catsburg, que tinha Bennani a pressioná-lo. Catsburg tinha um Lada bem pesado e isso impedia-o de se afastar de Bennani e tentar uma aproximação à dupla da frente.

Depois de algumas voltas a sentir intensa pressão, Coronel acabou por ganhar meio segundo a Chilton, e essa vantagem, embora reduzida, permitiu a Coronel controlar o britânico com mais facilidade, mas nesta corrida ninguém quis assumir riscos, e os pilotos também optaram por não esforçar demasiado os pneus e os travões, sobretudo com o calor que se fazia sentir em Vila Real.
Apenas Robert Huff (#12) deu alguma ação à corrida e já na parte final, passando Thed Björk na penúltima volta, colocando-se por dentro na curva 20 e passando o sueco na rotunda.

Tom Coronel assinou a segunda vitória da temporada na corrida 1 em Vila Real e também foi o vencedor entre os Independentes numa vitória muito merecida, com Tom Chilton a fazer o 2º lugar, o seu quarto pódio esta temporada, e Nick Catsburg, apesar dos 70 kg no seu Lada, conseguiu terminar no 3º posto, na frente de Mehdi Bennani e José María López.

Tiago Monteiro simplesmente não assumiu riscos para poupar o seu Honda para a corrida 2. Apesar de estar cauteloso terminou onde começou, no 10º lugar, somando um ponto.

 

Corrida 2

Relembrando a grelha para a corrida 2: Tiago Monteiro na pole com Yvan Muller em 2º, com Norbert Michelisz e Robert Huff na segunda linha.

Monteiro foi sensacional na partida e não deu hipótese a Muller, garantindo a sua manutenção na liderança.
Tom Coronel, vencedor na primeira corrida, fez falsa partida e seria penalizado. Nick Catsburg fez um bom arranque e saltou de 9º para 7º.

A partir daqui, Monteiro limitou-se a controlar Muller, que tinha uma tarefa difícil de aproveitar um possível erro de Monteiro e ao mesmo tempo aguentar mais dois Honda nos retrovisores.

Mais atrás, José María López era pressionado por Thed Björk, até que este cometeu um erro e teve que se defender até ao final da corrida de Nick Catsburg.

López conseguiu aproximar-se dos Honda à sua frente mas alguns problemas no final forçaram o líder do campeonato a reduzir drasticamente o andamento.

Nas últimas voltas, Monteiro ganhou terreno a Muller e pôde descansar um pouco mais até ao fim. Na luta pelo 3º posto, Huff fez tudo o que podia mas Michelisz manteve-se composto e aguentou o 3º posto.

Tiago Monteiro conseguiu a segunda vitória da temporada. Foi uma grande vitória em casa para o português, que se mostrou muito emocionado. Os milhares de portugueses foram ao rubro por todo o circuito.

Yvan Muller não foi além do 2º lugar e Norbert Michelisz terminou no 3º posto. Robert Huff e José María López fechou os cinco primeiros, e continua a liderar o cameponato com 101 pontos de avanço para Tiago Monteiro, que sobe agora ao 2º lugar.

Resultado Corrida Principal

A próxima corrida será a corrida caseira para José María López, em Termas de Río Hondo na Argentina.

Jorge Covas

 

Scroll To Top