Segunda-feira , Outubro 14 2019
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Filipe Albuquerque era 2º em Daytona quando o motor cedeu
Filipe Albuquerque era 2º em Daytona quando o motor cedeu

Filipe Albuquerque era 2º em Daytona quando o motor cedeu

A terceira participação de Filipe Albuquerque nas 24h de Daytona não teve o desfecho esperado. O piloto português, protagonista de uma recuperação notável quando esteve ao volante do Oreca #8 da StarWorks, viu o seu esforço desperdiçado quando o motor da sua máquina cedeu.

Filipe Albuquerque fez equipa com Renger Van der Zande, Alex Popow, Mike Hedlund e Mirco Schultis, pilotos que não tiveram a vida facilitada no início da corrida com uma série de contratempos que os remeteram para o oitavo posto da classificação. Altura em que piloto português entrou em pista. Rápido e consistente Albuquerque subiu até à terceira posição e Mike Hedlund de seguida até segundo. Mas o esforço iria a verificar-se inglório quando o motor do Oreca deixou de responder às necessidades dos pilotos em pista.

“Foi uma pena o que aconteceu. Tivemos um início complicado mas já estava tudo no bom caminho quando fomos obrigados a desistir. Da minha parte fica o sentimento de dever cumprido, fiz tudo o que estava ao meu alcance em pista. Este resultado fica longe da vitória que ambicionava mas valeu uma vez mais pela experiência e por poder participar numa prova tão especial. Um obrigado especial ao dono da StarWorks, Peter Baron, pelo convite. Fica agora o desejo de regressar a Daytona já no próximo ano”, concluiu Filipe Albuquerque que já soma uma vitória na emblemática prova americana em 2013.

De regresso à Europa o piloto português volta a centrar atenções na preparação das 24h de Le Mans com a Audi, onde tenciona ser bem sucedido.

 

Scroll To Top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com