Sábado , Maio 15 2021
ÚLTIMAS
Home / RALLYCROSS / Fim-de-semana atribulado mostrou a garra de José Lameiro!
Fim-de-semana atribulado mostrou a garra de José Lameiro!

Fim-de-semana atribulado mostrou a garra de José Lameiro!

O piloto da Diatosta não teve a sorte pelo seu lado no arranque do PTRX by Diatosta 2021. Toques e problemas mecânicos obrigaram José Lameiro a um esforço sobre-humano, mas nunca virou a cara à luta!

 

A prova de abertura do Campeonato de Portugal de Ralicross by Diatosta decorreu no Eurocircuito da Costilha, em Lousada.

José Lameiro, “patrão” e piloto da Diatosta chegou ao consagrado traçado com “ganas de competir, pois pouco rodei no defeso e estava com saudades de tripular o Skoda Fabia SuperCar!”. A jornada era encarada como “um momento importante para aquilatar do estado de competitividade do nosso carro e para ganhar mais ritmo e evoluir na condução”.

Os treinos decorreram de acordo com o “plano traçado em conjunto com a DM Motorsport e a IGv Racing, tendo nos dado boas sensações quanto ao que poderíamos fazer no resto da jornada”.

Mas o pesadelo estava prestes a acontecer. Ainda durante o dia de sábado, primeira jornada da prova e na manga inicial, José Lameiro foi vítima de um choque em cadeia, logo após o arranque, no final da reta e quando o pelotão abordava a primeira curva. O Skoda Fabia ficou “muito maltratado e, mesmo com um excecional trabalho da minha equipa de assistência, percebemos que a direção assistida não podia ser reparada. Perante tal cenário, tomei a decisão de enfrentar o restante do programa de corridas sem esse auxiliar precioso para a condução”.

As mangas seguintes e a final foram literalmente assumidas “no braço”, com José Lameiro a assinar uma portentosa exibição, erguida num esforço físico tremendo, mas que, segundo o piloto, “valeu a pena pois, mesmo com essa circunstância e perante adversários de grande nível e com grandes carros, conseguimos terminar em 2º, o que é verdadeiramente fantástico!”.

No final e completamente exausto, o campeão em título não escondia, mesmo assim, um sorriso e destacava “o trabalho da minha equipa de assistência. Foram todos incansáveis para ter sempre o carro pronto para irmos a luta, manga a manga. Uma palavra para a minha família por todo apoio durante o fim de semana. Tivemos saudades da Mancha Negra, mas mesmo longe, estiveram sempre em nós!”.

O Campeonato de Portugal de Ralicross by DIATOSTA prossegue já dentro de três semanas, com a segunda prova a ter lugar no Circuito Internacional de Montalegre.

&nbsp

Scroll To Top