Sábado , Março 23 2019
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Final de época positivo para a Veloso Motorsport nos EUA
Final de época positivo para a Veloso Motorsport nos EUA

Final de época positivo para a Veloso Motorsport nos EUA

Teve saldo muito positivo a primeira presença intercontinental da Veloso Motorsport, com a deslocação à pista americana de Sebring a mostrar a qualidade da formação lusa. Em pista estiveram os pilotos Eugénio e Sérgio Montez ao volante do Lamborghini Huracan LP620-2 com as cores do Luxevile Racing Team.

 

Foram quatro dias de alta intensidade competitiva, com a presença na derradeira prova do Lamborghini Super Trofeo Europa, que se disputou na quinta e sexta-feira, seguido no Sábado e Domingo pelas finais Mundiais dos diversos troféus da marca italiana, que se disputam na América do Norte, Ásia e Europa. Sem conhecimento da famosa pista norte-americana, Sérgio e Eugénio Montez não tiveram vida fácil para se adaptarem quer ao rápido traçado, quer ao piso tradicionalmente muito irregular e ladeado de muros muito pouco permissivos a erros.
A experiência internacional da Veloso Motorsport, foi vital para ajudar os jovens pilotos a encontrar um bom compromisso para as condições de pista, permitindo a Eugénio e Sérgio Montez realizar duas boas corridas, numa competição em que os concorrentes europeus, correram juntamente com os pilotos do troféu asiático, com um total de 42 carros em pista!
Na primeira corrida, o resultado final não reflecte a excelente prestação do Huracan “luso”, com um terceiro lugar final a ser anulado por uma castradora penalização, que atirou a jovem dupla para o fundo da classificação. Na segunda corrida, disputada com o piso molhado, a quarta posição final na categoria AM constituiu um excelente resultado para os irmãos Montez.
Encerrado o capítulo do Super Trofeo Europeu, passou-se a competir para as Finais Mundiais Lamborghini, com a formação da Veloso Motosport a conseguir uma positiva nona posição na qualificação para a primeira corrida e uma mais complicada prestação na segunda qualificação, que resultou num lugar na sétima fila.
A primeira corrida das finais mundiais seria nefasta para as aspirações de Sérgio e Eugénio Montez, que depois de rodarem na quinta posição, acabariam a prova de encontro a um dos muros de Sebring, depois de um toque de um adversário ter provocado o despiste do Huracan da Veloso Motorsport. Terminava a aqui a prestação da equipa portuguesa, com o Lamborghini a ficar irrecuperável para a segunda corrida.
“Foi uma experiência espectacular numa semana e fim-de-semana de alta intensidade competitiva. A nossa evolução foi constante, assim como a confiança numa pista rápida e de grande adrenalina, mas com um piso muito irregular. Este último facto provocou muitos problemas na procura da melhor afinação, assim como impunha algum respeito porque qualquer deslize podia deitar tudo a perder. Tivemos alguns problemas com a forma como os organizadores norte-americanos impuseram as regras, algo diferentes das europeias, o que nos causou também alguns problemas. Num balanço final, saímos daqui satisfeitos porque andamos a um bom nível para quem se estreava nesta pista e logo com um nível de concorrência de tão alta qualidade. É certo que poderíamos ter feito melhor, tentamos mas não foi possível, por motivos que são de nossa responsabilidade, mas também por outros alheios a nós. Este foi um ano que determinamos de aprendizagem e onde foi fundamental ganhar experiência perante tantos circuitos que desconhecíamos por completo, perante adversários experientes e de grande capacidade. O que conseguimos deixa-nos confiantes para a próxima época, onde queremos fazer mais e melhor.”

 

Scroll To Top