Sábado , Dezembro 15 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / Fontes domina e lidera no final do primeiro dia de competição
Fontes domina e lidera no final do primeiro dia de competição

Fontes domina e lidera no final do primeiro dia de competição

Três primeiros separados por 14,2 segundos

 

Vencedor das últimas edições do Rali de Castelo Branco, José Pedro Fontes está apostado em conquistar a terceira vitória consecutiva na prova do campeonato nacional organizada pela Escuderia Castelo Branco. O campeão em título venceu os dois primeiros troços do dia e assumiu o comando da classificação logo desde início.

 

Na derradeira classificativa, realizada à noite no centro de Castelo Branco, Miguel Campos foi quem se impôs ao volante de um Skoda Fabia R5. O piloto de Famalicão ocupa, ainda assim, o terceiro posto atrás de João Barros que, com o seu Ford Fiesta R5 está a 10,9s da liderança.

 

Para Fontes, o rali começou muito bem. E só não foi melhor porque: “no primeiro troço o rapport da caixa era curto, o que me fez andar muito tempo no limite das rotações”, explicou. João Barros, por sua vez, apenas cedeu a vitória a Fontes na ronda inaugural por 0,8s. Mas uma ligeira saída de estrada no segundo troço fê-lo perder mais tempo e por isso está a mais de dez segundos. De qualquer forma, nada está decidido. “O rali só agora começou e amanhã há muitas especiais pela frente”, disse.

 

Campos falhou o arranque na primeira classificativa do dia, Sarzedas, e a partir daí teve de andar à procura do prejuízo. “Vou fazer algumas mudanças pois estou a conhecer melhor o carro”, esclareceu.

 

Pedro Meireles, que corre com um Skoda Fabia R5, é quarto, a pouco mais de meio minuto, enquanto Carlos Vieira, em Citroën DS3 R5, ocupa o quinto posto a quase um minuto de distância de Fontes.

 

Durante esta primeira etapa, Fernando Peres atrasou-se com problemas de motor no seu Ford Fiesta R5, enquanto Ricardo Teodósio perdeu mais de um minuto no segundo troço, Vidigal, devido à quebra da transmissão dianteira esquerda do Ford Fiesta R5 Evo.

 

Entre os carros de duas rodas motrizes, os espanhóis ditam o andamento. Francisco Cima, que pontua para o Clio Trophy Iberia, lidera com seis segundos de vantagem para Surhyen Pernía. Diogo Gago, em Peugeot 208 R2 é terceiro neste particular mas lidera nas contas do campeonato nacional. O piloto está a apenas 0,6s do adversário que ocupa o segundo posto e tem uma vantagem de quase 20 segundos para Gil Antunes, quarto entre os concorrentes de duas rodas motrizes e segundo nas contas da competição portuguesa.

 

“Imprimimos ritmo forte mas confortável para garantir vitória entre os duas rodas motrizes nacionais. Sabíamos que à partida era impossível chegar aos carros do troféu espanhol. Esperamos cconseguir o segundo triunfo consecutivo pois não temos mais apoios e queremos garantir o resto da temporada”, explicou Diogo Gago.

 

No Challenge DS3 R1, Pedro Antunes venceu as duas classificativas da tarde e com isso obteve uma vantagem que lhe permite liderar esta competição no final da primeira etapa com uma vantagem de 35,2 segundos sobre Gonçalo Inácio.

 

Na Taça de Ralis FPAK de Asfalto, José Gomes lidera a competição ao cabo dos primeiros três troços. O piloto do Citroën Saxo Kitcar tem 8,4s de vantagem sobre Eduardo Veiga, que é segundo com um Ford Escort Mk2. Herlander Trindade ocupa o último lugar do pódio a 29,8s do primeiro classificado.

 

Scroll To Top