Sábado , Julho 20 2019
ÚLTIMAS
Home / RALLYCROSS / FORTE PRESTAÇÃO DO TEAM PEUGEOT TOTAL EM FRANÇA
FORTE PRESTAÇÃO DO TEAM PEUGEOT TOTAL EM FRANÇA

FORTE PRESTAÇÃO DO TEAM PEUGEOT TOTAL EM FRANÇA

 

 

 

 

O 5º e 6º lugares alcançados, respetivamente, por Timmy Hansen e Sébastien Loeb na Final de Loheac, jornada pontuável para o World RX, não foi o resultado que o Team PEUGEOT Total esperava conseguir em casa, em frente a 80.000 fervorosos fãs, mas todos os seus 3 pilotos demonstraram competitividade e velocidade ao longo de todo o fim de semana. Uma série de circunstâncias e incidentes comprometeram as hipóteses de uma melhor prestação, mas são situações que fazem parte deste frenético desporto, disputado ao milímetro, que é o ralicross, competição onde o menor desvio de alinhamento pode implicar grandes consequências. Também Kevin Hansen, piloto júnior da equipa, mostrou muita velocidade em pista, chegando às Semi-Finais. Segue-se a Letónia, dentro de 2 semanas, onde toda a equipa estará focada num melhor resultado.

 


Bruno Famin, Diretor da PEUGEOT SPORT

“Esta prova foi demonstrativa das alegrias e das frustrações que regem o automobilismo em geral e o ralicross em particular. É claro que o resultado final ficou abaixo das nossas expetativas, mas é certo que também testemunhámos algumas coisas muito boas. Assistimos ao potencial do 208WRX, alcançámos alguns ótimos tempos por volta, com o Sébastien a mostrar-se exemplar na sua Semi-Final, subindo do 6º ao 2º lugar inteiramente por mérito próprio, sem quaisquer condicionantes. Mas ficou claro que as estrelas não estavam alinhadas o suficiente para nos levar mais longe: começámos o fim de semana com um sorteio que não nos foi favorável e depois tivemos de lidar com incidentes que também não nos ajudaram, como o toque entre o Sébastien e o Chicherit que provocou a quebra da direção do seu carro, levando-o a terminar essa Qualificação no 18º lugar, caindo para 12º no acumulado. No ralicross, tudo tem que funcionar bem desde o início até o final de um evento e, mesmo que a fiabilidade e performance do nosso carro não possam ser questionadas, temos de continuar a trabalhar arduamente para o tornar menos suscetível a estas situações, que podem ocorrer em qualquer fim de semana de corridas, e assim, ficarmos mais perto das vitórias”

Sébastien Loeb, PEUGEOT 208 WRX #9

“No geral, foi um fim de semana frustrante. Fruto das minhas posições de partida em cada corrida, soube sempre que ia ser difícil o que acabou por se comprovar. Terminámos a Final na 6ª posição, o que não é muito mau considerando tudo o que passei e que me levou a estar, numa dada altura, no 12º lugar após as Qualificações. Não é o resultado que pretendíamos, mas há que aceitá-lo pelo que representa e seguir em frente. Estou convencido de que temos um bom conjunto, pelo que só precisamos de conjugar tudo. Espero que tenhamos um fim de semana mais brilhante, para toda a equipa, na Letónia.”

Timmy Hansen, PEUGEOT 208 WRX #21

“Foi uma corrida fantástica em França, numa atmosfera incrível, frente aos milhares que apoiam a PEUGEOT, com arquibancadas repletas de espetadores. Esperava obter um resultado melhor do que este 5º lugar que, não sendo mau, poderia, definitivamente, ser bastante melhor. Acho que fizemos tudo o que podíamos na Final, mas este 5º posto foi o máximo que pude alcançar. Há que estar feliz porque fizemos o nosso trabalho o melhor possível, dadas as circunstâncias, mas também temos de voltar atrás e fazer o trabalho de casa para melhorarmos no futuro. Temos todas as peças do puzzle, só precisamos de o montar. O arranque, o chassis e o motor do PEUGEOT 208 WRX já são fantásticos.”

 

 

Kevin Hansen, PEUGEOT 208 WRX #71

Foi um forte fim de semana: foi difícil durante os treinos, mas recuperámos muito bem. Fizemos algumas grandes corridas e mostrámos um bom ritmo, mas depois não consegui mantê-lo até o fim. Penso que o facto de ter ficado a um passo da Final, com todos os carros de fábrica envolvidos, foi o máximo que pudemos fazer. Fiquei contente com a minha performance e, embora quisesse estar na Final, sei que ainda sou jovem e tenho muito para aprender. Loheac é sempre um palco especial e foi muito bom ver o apoio dos fãs. Foram, definitivamente, uns dias memoráveis e de aprendizagem em França.”

 

 

RESULTADO DA FINAL DE LOHEAC

  1. Johan KRISTOFFERSON – 03:44.787
  2. Andreas BAKKERUD – 03:45.127
  3. Petter SOLBERG – 03:45.571
  4. Mattias EKSTRÖM – 03:45.945
  5. Timmy HANSEN – 03:46.210
  6. Sébastien LOEB – 03:46.362

CAMPEONATO DE PILOTOS (após 8ª prova de 12)

  1. Johan KRISTOFFERSSON / Volkswagen Polo R – 224 pontos
  2. Andreas BAKKERUD / Audi S1 – 165
  3. Petter SOLBERG / Volkswagen Polo R – 160
  4. Timmy HANSEN / PEUGEOT 208 WRX – 158
  5. Mattias EKSTRÖM / Audi S1 – 157
  6. Sébastien LOEB / PEUGEOT 208 WRX – 151
  7. Niclas GRÖNHOLM / Hyundai i20 – 95
  8. Kevin HANSEN / PEUGEOT 208 WRX – 86
  9. Janis BAUMANIS / Ford Fiesta – 68
  10. Timur TIMERZYANOV / Hyundai i20 – 66

 

CAMPEONATO DE EQUIPAS (após 8ª prova de 12) 

  1. PSRX Volkswagen Sweden – 384 pontos
  2. EKS Audi Sport – 322
  3. Team PEUGEOT Total – 309
  4. GRX Taneco – 161
  5. GC Kompetition – 103
  6. Olsbergs MSE – 67

 

Scroll To Top