Domingo , Agosto 18 2019
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Francisco Abreu vai à luta pela revalidação do título
Francisco Abreu vai à luta pela revalidação do título

Francisco Abreu vai à luta pela revalidação do título

 

 

Francisco Abreu chega à última prova da temporada do Campeonato Nacional de Velocidade de Turismo, que se disputa no próximo fim-de-semana no Autódromo do Estoril, como um dos protagonistas na luta pelo ceptro e o Campeão Nacional apoiado pela Kingtony, Imed, Brisa Maracujá, Nacional da Madeira, C.Santos VP e Diario de Noticias mostra-se determinado em se bater por mais um título até à bandeirada de chegada.

 

O fim-de-semana decisivo do Estoril surge quase três meses depois da ronda de Jerez de la Frontera, onde ganhaste uma das corridas. É uma pausa demasiado longa? O que fazes para manter o ritmo competitivo?

Francisco Abreu: “Sim, é uma longa pausa, quase parece uma temporada diferente. Penso que deveria ser algo a rever para o futuro, dado que é mau para os pilotos, equipas e até para o campeonato em si. Para além da preparação física, que é sempre muito importante, tenho também realizado muito trabalho de simulador, não é a mesma coisa, mas ajuda sempre a manter os reflexos no máximo e para nos irmos ambientando ao circuito.”

 

Ao longo da temporada, tu, o Manuel Gião e o Team Novadriver têm vindo a colecionar pódios, mas em Jerez de la Frontera alcançaste a primeira vitória da temporada. Esse triunfo foi importante?

Francisco Abreu: “Sim, foi muito importante. Todos nós temos vindo a trabalhar imenso ao longo do ano e algumas situações anormais impediram-nos de alcançar o degrau mais alto do pódio. A vitória em Jerez foi a recompensa para todos nós e mostrou que o trabalho que temos vindo a desenvolver colocou-nos no caminho certo. Para além disso, permitiu-nos ganhar pontos aos nossos adversários e colocar-nos mais próximos da liderança do Campeonato Nacional de Velocidade de Turismo.”

 

No ano passado conseguiste a pole-position e a vitória na ronda do Estoril, o que te permitiu conquistar o Campeonato Nacional de Velocidade, título que ostentas este ano. Consideras que o histórico circuito português como um local especial?

Francisco Abreu: “Realmente, normalmente tenho bons resultados no Autódromo do Estoril, talvez seja uma pista que se adapta bem ao meu estilo. Gosto muito do circuito, mas encaro-o como qualquer outro, sempre com o objectivo de dar o meu melhor e garantir os melhores resultados possível. Com os protótipos garanti duas pole-position e dois triunfos, espero continuar nessa senda este ano.”

 

Tal como em 2015, o Autódromo do Estoril será o palco para decisão do título deste ano com cinco equipa na luta. O ano passado garantiste a pole-position e a vitória que te guindaram à conquista do Campeonato Nacional de Velocidade na companhia de Armando Parente. Que abordagem adoptarás para o fim-de-semana decisivo?

Francisco Abreu: ”Está tudo por decidir e muitos pontos em disputa – cento e seis – portanto, não penso que haja grandes estratégias para o fim-de-semana. Somos cinco equipas na batalha pelo ceptro deste ano, o que complica tudo, mas se ganharmos as quatro corridas do fim-de-semana, dificilmente não seremos Campeões. Vamos dar o nosso melhor, lutar por cada uma das pole-positions, pela vitória em cada uma das corridas. No final faremos as contas e veremos onde estamos.”

 

 

Scroll To Top