Terça-feira , Setembro 29 2020
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Haas F1 Team com boas indicaçoes nos treinos livres do GP Mónaco
Haas F1 Team com boas indicaçoes nos treinos livres do GP Mónaco

Haas F1 Team com boas indicaçoes nos treinos livres do GP Mónaco

O sexto round do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1 começou com os treinos-livres de sexta-feira no Circuit de Monaco, tendo as equipas iniciado a preparação para o Grande Prémio do Mónaco, que se realiza no domingo.

Duas sessões de treinos-livres no circuito de 3,337 quilómetros e dezanove curvas permitiram aos pilotos adaptarem-se à nova geração de carros de Fórmula 1, mais largos e mais potentes, no histórico circuito que tem vindo a ser usado desde 1929.

Os pilotos da Haas F1 Team, Romain Grosjean e Kevin Mangussen, começaram o dia banhado pelo Sol com o mesmo programa – uma volta de instalação com pneus Pirelli P Zero Amarelo/Macio, seguida de duas séries de voltas com pneus novos ultramacios. O duo terminou a sessão com mais duas séries com os seus Haas VF-17 equipados com ultramacios usados.

Magnussen completou trinta e quatro voltas, tendo a sua melhor surgido na vigésima primeira – 1m14,870s, o que o colocou no décimo terceiro lugar. Grosjean registou trinta e três e assegurou a sua melhor marca na décima oitava volta, o que o deixou no décimo quinto lugar da tabela de tempos.

O Mercedes de Lewis Hamilton liderou o caminho na primeira sessão, com o crono de 1m13,425s, deixando o segundo mais rápido, Sebastian Vettel da Scuderia Ferrari, a 0,196s e batendo o recorde de Kimi Raikkonen, 1m13,532s realizado em 2006 com a McLaren, por 0,107s.

Os tempos continuaram a cair na segunda sessão, tendo os seis primeiros realizado marcas abaixo do recorde de 2006 de Raikkonen.

Magnussen melhorou a sua marca da primeira sessão por 0,98s, com a marca de 1m13,890s, realizada na sua vigésima primeira volta, quando tinha montado um jogo de pneus ultramacios. Grosjean também melhorou, 1,299s relativamente à sua marca da primeira sessão, ficando com o crono de 1m14,022s ao completar a vigésima primeira volta, também com borrachas ultramacias. Magnussen ficou no nono posto e Grosjean no décimo quarto. Ambos os pilotos realizaram o mesmo programa ao longo da segunda sessão, iniciando com pneus supermacios para mudar depois para ultramacios. O duo regressou aos supermacios no final da sessão, enquanto a equipa treinava paragens nas boxes. Magnussen terminou a sessão com quarenta e seis voltas completadas e Grosjean com quarenta e quatro.

Vettel foi o mais rápido na segunda sessão, mas não se superiorizou a um Mercedes, mas antes ao Red Bull de Daniel Ricciardo e ao Ferrari do seu colega de equipa, Raikkonen, que compuseram o Top-3. A melhor volta de Vettel foi concluída em 1m12,720s, deixando Ricciardo a 0,487s e Raikkonen a 0,563s. Hamilton, o mais rápido da manhã, foi apenas o oitavo mais rápido, a 1,153s de Vettel.

Entre as duas sessões, a Haas F1 Team completou cento e cinquenta e sete voltas – oitenta pelas mãos de Magnussen e setenta e sete pelas de Grosjean.

 

Scroll To Top