Sexta-feira , Julho 19 2019
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Haas F1 Team contrata piloto de desenvolvimento americano
Haas F1 Team contrata piloto de desenvolvimento americano

Haas F1 Team contrata piloto de desenvolvimento americano

Santino Ferrucci será integrado na equipa enquanto participa na GP3 Series

KANNAPOLIS, Carolina do Norte (10 de Março de 2016) – Haas F1 Team contratou Santino Ferrucci, de dezassete anos, para a função de piloto de desenvolvimento. O americano de Woodbury, Connecticut, será integrado na Haas F1 Team em todas as oportunidades, assistindo a corridas e a testes durante o ano, enquanto participa no programa de simulador da equipa.

Ferrucci participará em toda a temporada de 2016 da GP3 Series ao serviço da DAMS, uma equipa bem-sucedida que ajudou diversos pilotos a chegar ao Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1, incluindo o piloto da Haas F1 Team, Romain Grosjean, que venceu três campeonatos com as cores da DAMS – o da Auto GP em 2010, da GP2 Asia em 2011 e da GP2 Series em 2011.

“Na Fórmula 1, desenvolver os membros da equipa é tão importante como desenvolver o carro. Não podemos ter uma das coisas sem ter a outra”, afirmou Guenther Steiner, o chefe de equipa da Haas F1 Team. “O Santino Ferrucci realizou um excelente trabalho a demonstrar o seu valor em todas as categorias em que competiu e a sua maturidade fora do carro é impressionante. Olhamos para o Santino como um piloto americano com muito potencial. A sua oportunidade com a DAMS é uma forma excelente de eles prosseguir o seu desenvolvimento enquanto se posiciona na Haas F1 Team para alcançar o sucesso no futuro”.

A Haas F1 Team estreia-se esta temporada, tornando-se na primeira equipa norte-americana em trinta anos. Cada uma das nove corridas que integram a temporada de 2016 da GP3 Series serão realizada em concomitância com a Fórmula 1, permitindo a Ferrucci uma oportunidade ampla para se integrar na Haas F1 Team.

“O meu objectivo quando comecei a competir era tornar-me piloto de Fórmula 1 e, ser um americano que faz parte de uma equipa americana, é algo que me faz sentir um orgulho tremendo”, disse Ferrucci. “Ainda tenho muito trabalho para realizar, mas ser integrado na Haas F1 Team permitir-me-á aprender mais a um ritmo mais rápido. Permitir-me-á tirar o melhor partido da minha temporada de GP3 com a DAMS e preparar-me para a Fórmula 1”.

Como muitos pilotos, o Ferrucci iniciou a sua carreira no karting. Com cinco anos já viajava pelos Estados Unidos da América e pela Europa. Com onze anos Ferrucci era já multi-campeão.

Em 2013, Ferrucci estreou-se nos monolugares, ao competir na Fórmula 2000 e na Skip Racing Barber Racing Series. Ferrucci venceu a sua corrida de estreia na Skip Barber Racing Series, realizada na Speedway de Homestead-Miami, e conquistou cinco vitórias, duas pole-positions e três voltas mais rápidas até à conclusão da época. Na Fórmula 2000, Ferrucci nunca terminou fora dos quatro primeiros nas seis corridas que disputou, que ostentavam grelhas de trinta e sete ou mais carros.

A temporada de 2014 viu Ferrucci realizar o Campeonato Britânico de Fórmula 3. Venceu duas corridas, ambas em Brands Hatch, tornando-se no mais jovem vencedor da competição, quando tinha dezasseis anos, dois meses e trinta dias.

Em 2015, Ferrucci continuou a evoluir nos monolugares, competindo na Toyota Racing Series New Zeland e no Campeonato da Europa FIA de Fórmula 3. Ferrucci terminou a Toyota Racing Series New Zeland no terceiro lugar, conquistando uma vitória e cinco pódios, naquele que foi o primeiro campeonato de monolugares que completou.

A ascensão de Ferrucci nos monolugares continua a avançar em 2016, com a sua participação na GP3 Series com a DAMS e com a Haas F1 Team.

 

Scroll To Top