Segunda-feira , Outubro 25 2021
ÚLTIMAS
Home / RALI / INTENSA BATALHA NO WRC2 EM PORTUGAL
INTENSA BATALHA NO WRC2 EM PORTUGAL

INTENSA BATALHA NO WRC2 EM PORTUGAL

A comitiva do WRC2 tem na 54ª edição do Vodafone Rally de Portugal, este fim de semana, o palco do próximo desafio. Um evento muito aguardado numa categoria marcada pelo confronto de gerações, que opõe jovens estrelas em ascensão a pilotos há muito experimentados na alta roda do mundial.

O principal destaque desde logo é a ausência do líder Andreas Mikkelsen (Skoda Fabia Evo), que testou positivo à Covid-19. Um casualidade que os principais adversários irão fazer por aproveitar, a fim de reduzir a diferença pontual para o norueguês. É o caso de Marco Bulacia (Skoda Fabia Evo), segundo no campeonato, que dista 35 pontos. Ao boliviano juntam-se o terceiro e quarto classificados, Esapekka Lappi (Volkswagen Polo Gti), vencedor da ronda finlandesa no WRC2, e Mads Østberg (Citroën C3), que assinou a vitória na recente ronda croata e ostenta no currículo o triunfo na edição de 2012 do Rally de Portugal. Dois pilotos com um extenso currículo no WRC que abrilhantam a discussão do título na categoria intermédia do mundial. 

Uma competição com um leque de inscritos de luxo, onde pautam também o francês Eric Camilli (Citroën C3), o finlandês Teemu Suninen (Ford Fiesta Mk II) e o russo Nikolay Gryazin (Volkswagen Polo GTI). Nomes maiores no panorama da modalidade que adensam a expectativa sobre a intensa batalha que se irá viver ao longo de todo o fim de semana na luta pela vitória no WRC2. 

Uma competição que reúne um total de 11 equipas em solo luso, com destaque também para as presenças de Martin Prokop (Ford Fiesta Mk II), que nos últimos anos tem estado ligado ao todo-o-terreno, com a participação em várias edições do Dakar, e das promessas da Hyundai Oliver Solberg e Ole-Christian Veiby, em dois NG i20, pilotos apostados em mostrar todo o seu valor nas especiais portuguesas.

No caso do norueguês, este é apenas o seu primeiro rali do ano no WRC2, mas os olhos estão postos no título, piloto que fez uma grande exibição no Rali do Ártico ao volante de um WRC. Já Veiby, que se apresenta também ao volante de um Hyundai, esteve recentemente a competir em Portugal, de onde saiu com uma vitória no Rali Terras d’Aboboreira.

Rossel lidera comitiva do WRC3

O francês Yohan Rossel chega à ronda portuguesa na liderança do WRC3, com uma vantagem de 12 pontos sobre o segundo classificado, Nicolas Ciamin. Ambos ao volante de dois Citroën C3, enfrentam um extenso pelotão de 23 concorrentes, numa categoria muitíssimo disputada este fim de semana.

Entre os presentes, Kajetan Kajetanowicz (Skoda Fabia), que venceu na Croácia, e Egon Kaur (Volkswagen Polo Gti) serão os principais opositores aos líderes da competição nesta jornada.

Mas entre a comitiva portuguesa, há também grandes nomes com uma palavra a dizer, num total de 10 equipas inscritas no WRC3. A começar por Armindo Araújo, Bicampeão do Mundo de Produção (2009 e 2010) e vencedor de três edições do Rally de Portugal (2003, 2004 e 2006), que alinha num Skoda Fabia Evo.

Por outro lado, Bruno Magalhães (Hyundai NG i20), Ricardo Teodósio (Skoda Fabia), José Pedro Fontes (Citroën C3) ou Bernardo Sousa (Skoda Fabia) são alguns dos outros nomes lusos candidatos aos lugares cimeiros no WRC3, bem como o chileno Alberto Heller (Citroën C3) e o espanhol Jan Solans (Citroën C3).

O treinador português e adepto fervoroso de automobilismo, André Villas-Boas, que já comandou equipas como Chelsea, Tottenham ou Porto, é também um dos nomes sonantes da prova, piloto que irá alinhar num Citroën C3.

Armstrong é líder no Júnior WRC que celebra 20 anos

O FIA Júnior WRC está de parabéns, ao celebrar 20 anos de existência esta época. 

Uma competição que Portugal integra desde 2007 e que mais uma vez volta a apresentar-se como um exigente desafio a todos os participantes. 

Jon Armstrong (Ford Fiesta) é o líder, após vencer a jornada de abertura na Croácia, e chega a Portugal com nove pontos de vantagem perante Martins Sesks (Ford Fiesta), piloto da M-Sport Polónia e principal adversário, que ocupa a segunda posição na classificação geral. Outro dos nomes fortes é o de Martin Koci (Ford Fiesta), que está a disputar a sua quinta temporada no Júnior WRC desde 2012, e liderou metade da prova croata, até um furo o arredar da luta pela vitória.

Portugal recebe os seis primeiros classificados desta disputada competição, que totaliza cinco eventos, num calendário que inclui passagens pela Estónia, Bélgica e Espanha.

 

Photo:@t_world

&nbsp

Scroll To Top
Posting....