Segunda-feira , Maio 27 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / João Ruivo na luta pela vitória no Rali de Castelo Branco
João Ruivo na luta pela vitória no Rali de Castelo Branco

João Ruivo na luta pela vitória no Rali de Castelo Branco

 

Depois de um arranque de temporada com alguns contratempos, João Ruivo e Emídio Magalhães estão empenhados em retificar essa situação no Rali de Castelo Branco, agendado para os dias 23 e 24 de Abril.
Esta segunda etapa do calendário nacional é disputada em pisos de asfalto, e apresenta-se como uma oportunidade do piloto de Famalicão voltar a estar na luta pelo triunfo no Campeonato Nacional de Ralis – 2 Litros / 2 Rodas Motrizes que lhe escapou no Rali Serras de Fafe: “Vamos encarar esta prova na máxima força, pois fizemos uma revisão ao carro muito completa e levou todo o material que era necessário”, avança João Ruivo, acrescentando: “Vamos voltar a utilizar gasolina de competição o que não sucedeu na prova anterior, permitindo que o carro esteja no máximo da competitividade. Neste espaço de tempo entre as duas primeiras provas do ano, fizemos um novo acordo com uma outra marca de pneus, no caso, a Michelin, que vamos estrear em Castelo Branco. Antes do rali, ainda vamos testar para conhecer estes novos pneus e para nos adaptarmo-nos a estes pneumáticos que são a base para toda a gente com as regras da FIA”.
Quanto a objetivos, eles são bem claros: “Acreditamos que vamos estar bem preparados com o objetivo de alcançar o melhor resultado possível, ou seja, andar nos lugares da frente como é hábito apesar do azar que tivemos em Fafe. Por outro lado, posso ainda adiantar que estamos convictos que vamos conseguir viabilizar o nosso projeto para toda a época, o que não estava concretizado até aqui”.
Esta prova não trás grandes recordações à dupla, mas nada que afete a equipa este: “O ano passado tivemos um grande azar com a lesão do Emídio Magalhães após uma saída de estrada, mas acreditamos que vamos encarar esta prova da mesma forma que no ano passado. Isto quer dizer que queremos andar na frente, mas para isto sabemos que há sempre riscos. Estamos convencidos que a passagem no local do acidente não nos vai afetar nem assustar. Agora, se não pensar em ganhar ralis, se chegar a esse ponto, mais vale reformar-me”, afirma João Ruivo.
Em termos de assistência técnica, o piloto de Famalicão assinala algumas alterações: “Para este Rali, vamos contar com a assistência na mesma da Fernando Costa Motorsport, mas agora com dois técnicos da Comval Racing, formação que já foi várias vezes campeã nacional de montanha e velocidade. Será mais uma ajuda que vamos ter”.
A prova tem início no sábado com passagens nas especiais de Sarzedas (12,72 km) e Vidigal (18,35 km) a partir das 16h58. Ainda neste dia tem lugar a Super-Especial Jornal Reconquista (2,32 Km) agendada para as 21h00. No dia seguinte, os concorrentes tem à sua espera passagens duplas por S. Domingos (9,13 KM), Fonte Longa (13,88 Km) e Alvito (19,29 Km). O primeiro concorrente arranca às 11h16, com o final a estar agendado para as 17h20.

 

Scroll To Top