Domingo , Dezembro 9 2018
ÚLTIMAS
Home / RALLYCROSS / Joaquim Machado sentiu-se injustiçado em Sever do Vouga
Joaquim Machado sentiu-se injustiçado em Sever do Vouga

Joaquim Machado sentiu-se injustiçado em Sever do Vouga

A terceira jornada do Campeonato Nacional de Ralicross, que decorreu no passado fim-de-semana em Sever do Vouga, teve casa cheia, quanto a público e 74 pilotos como participantes.

Entre eles, encontrava-se o piloto da equipa Kaxa & Motor, Joaquim Machado, com o seu bonito e espetacular Peugeot 206 S1600.

E foi na categoria em que o lousadense corre, a Super 1600, que o espetáculo e a adrenalina, andaram em altos graus. Pena, foi uma final de muita confusão e que ditou demasiadas penalizações. Algumas, talvez muito injustas.

Na prova, Joaquim Machado viu as suas prestações prejudicadas por uma transmissão partida, no decorrer da segunda corrida de qualificação. As outras qualificações, tendo em conta que era a primeira vez que corria neste circuito, foram dentro de uma certa normalidade, pois as diferenças de andamento são mínimas, tão equilibrada está a categoria.

Na final, tudo indicava que Joaquim Machado iria fazer mais uma corrida de forte recuperação, tal como aconteceu nas duas provas anteriores. Um bom arranque, como tão bem o piloto sabe fazer, levou-o a recuperar posições. Mas as duas primeiras curvas do circuito e a reta entre elas, foram palco de uma enorme confusão. No meio da confusão, sem que dela pudesse escapar, estava Joaquim Machado. E foram-lhe atribuídas “culpas”. A ele e a mais três pilotos.

Relativamente à desclassificação de Joaquim Machado, pauta-se de uma certa injustiça e talvez face a uma certa influência de terceiros.

O piloto esteve envolvido em duas situações. A primeira, numa zona de aceleração, quando os dois pilotos que seguiam na sua frente se tocam e perdem velocidade. “Não tive a mínima hipótese de evitar o choque, pois estávamos todos muito juntos. Eram uma zona de aceleração e, de repente, o carro que seguia na minha frente abrandou. Era impossível não lhe tocar, mas daí não obtive nenhum benefício”, explicou Joaquim Machado, o piloto do Peugeot 206 S1600.

 

 

Scroll To Top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com