Segunda-feira , Outubro 25 2021
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / JORGE SANTOS E ALCIDEZ PETIZ SEM SORTE EM PORTIMÃO NO HISTORIC ENDURANCE
JORGE SANTOS E ALCIDEZ PETIZ SEM SORTE EM PORTIMÃO NO HISTORIC ENDURANCE

JORGE SANTOS E ALCIDEZ PETIZ SEM SORTE EM PORTIMÃO NO HISTORIC ENDURANCE

 

 

No regresso do bonito Alfa Romeo em Portimão,  a dupla Jorge Santos e Alcides Petiz não tiveram a sorte pelo seu lado, pois debateram-.se com problemas, que não permitiram que a dupla de  portugueses pudesse subir mais  posição  nos lugares da frente.  Assim na sessão de treinos cronometrados Jorge Santos e Alcides Petiz  acabam por fazer o 25ª melhor tempo em termos de classificação numa prova que teve em pista quase quatro dezenas de participantes.  A verdade é que o Alfa Romeo de Jorge Santos e Alcides Petiz , fazem a volta mais rápida ao autódromo de Portimão em 2.21.469 km/h, partido assim da 13º linha da grelha de partida.

 

Para a primeira corrida, a dupla do Alfa Romeo debateu-se com alguns problemas no desempenho, que mesmo assim levaram até à 18 ª posição na classificação geral, tendo feito a volta mais rápida em 2.19.447 à média de 100,26 km/h.  Depois do problema ter sido solucionado por parte da equipa técnica da RP Motorsport, para a segunda corrida, o andamento do Alfa Romeo foi outro, tendo visto a bandeira de xadrez na 16ª posição na classificação geral, com a melhor volta feita em 2.20.243 à média de 112,92 km/h, sendo o 7º classificado na categoria de H 71.

 

No final, numa altura que Jorge Santos e Alcides Petiz se preparava para fazer a viagem de regresso ao Porto, disse-nos “ não foi um fim de semana fácil, na primeira corrida tivemos aquele problema que nos atrasou logicamente, e que não nos permitiu ficar melhores classificados.  Depois a equipa liderada pelo Ricardo Pereira da RP Motorsport, conseguiu solucionar o problema e o comportamento  do Alfa Romeo para a segunda corrida foi completamente diferente e permitiu-nos  ter um andamento diferente.  Estou convencido que se o problema que tivemos na 1ª corrida não tivesse sucedido tudo seria diferente”, conclui Jorge Santos.

 

Quanto a Alcides Petiz acrescentava “ tal como disse  o Jorge, o problema surgiu e começou a limitar nos, o que foi pena . Se isto não tivesse sucedido, estou convencido que ainda íamos subir mais na classificação geral, mas as corridas d e automóveis têm infelizmente destes imprevistos, esperemos agora que a próxima prova  nos corra mais de feição, “ disse-nos Alcides Petiz.

&nbsp

Scroll To Top
Posting....