Terça-feira , Setembro 17 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / Jornada positiva para Vitor Calisto
Jornada positiva para Vitor Calisto

Jornada positiva para Vitor Calisto

 

Vitor Calisto / Márcio Calisto marcaram presença na terceira prova do Campeonato de Portugal de Clássicos de Ralis de 2019, o Rali Terras D´Aboboreira, obtendo o quinto lugar final e a vitória no Grupo 2.

 

“Depois dos dois primeiros ralis com o Ford Escort RS 2000 Mk1, o Rali Terras D´Aboboreira servia para poder atestar a evolução que temos vindo a fazer com este carro, tentando novamente somar o maior número de quilómetros e terminar dentro na melhor classificação possível”, referiu Vitor Calisto, dizendo que “a prova possui um percurso muito interessante e a organização teve a preocupação de colocar pneus no interior de muitas curvas de modo a evitar que os pilotos cortassem as mesmas e assim sujassem de areia o asfalto. Desta forma, os pilotos que partem mais atrás apanham os troços mais limpos o que acabam por ser uma vantagem para todos, que nós apreciamos bastante”.

Do ponto de vista desportivo, o piloto do Ford Escort RS 2000 MK1, que teve a seu lado Márcio Calisto como navegador, terminaram o Rali Terra D´Aboboreira no 5º lugar absoluto do Campeonato de Portugal de Ralis Clássicos, sendo também os primeiros classificados do Grupo 2 e da Classe H71. “Não há explicação para o que aconteceu, pois o que estava previsto no regulamento e no capítulo dos prémios, não foi cumprido pela organização. Os vencedores de cada Grupo têm direito a uma taça e esta não foi entregue. Apesar da nossa insistência, percebemos por fim, que a organização não faz a menor ideia dos regulamentos no que diz respeito ao Campeonato de Portugal de Clássicos de Ralis. A ausência da menção do Grupo na lista de inscritos já deixava adivinhar esse desconhecimento. Outro reparo diz respeito à ausência de placa com o número de prova para o capot, ignorando completamente o articulado a esse respeito (Artigo 9º) nas Prescrições Específicas de Ralis 2019 da FPAK”, refere Vitor Calisto, afirmando que “o balanço desportivo que faço da nossa participação é muito positivo, tendo em conta que conseguimos melhorar os nossos tempos das primeiras para as segundas passagens nos mesmos troços e estamos mais confiantes na condução do carro”.

 

Scroll To Top