Terça-feira , Dezembro 18 2018
ÚLTIMAS
Home / RALLYCROSS / José Lameiro com altos e baixos em Sever do Vouga
José Lameiro com altos e baixos em Sever do Vouga

José Lameiro com altos e baixos em Sever do Vouga

Realizou-se no passado fim de semana a derradeira jornada do Campeonato de Portugal de Ralicross. Aconteceu no Circuito do Alto do Roçário, em Sever do Vouga, e teve a presença do piloto aveirense, José Lameiro.

Foi uma jornada em que nem tudo correu bem, mas é o piloto do Seat Leon Rx, que corre com as cores Diatosta / Rialto, quem melhor nos explica o que se passou.

“Com o Ralicross de Sever do Vouga 2, terminou o Campeonato, pelo que, antes de mais, quero dar os parabéns aos Campeões e a todos os pilotos envolvidos, bem como a todos os outros que, de alguma forma, o tornaram possível”, começou por referir José Lameiro.

Depois de um intervalo, passou à prova que se realizou no passado fim de semana. “Para nós, Sever do Vouga, esteve como o tempo, com altos e baixos. Tivemos problemas eletrónicos que foram sendo resolvidos, acabamos com o carro com um bom andamento e mostramos que somos capazes. Um dos objetivos desta corrida era entrar no segundo 36. Foi conseguido. O outro, era ir ao pódio. Este não foi atingido. Depois, o toque que aconteceu na primeira volta da final, em que fomos apertados e depois de termos sido constantemente tapados, fomos penalizados em 10 segundos. Reconheço que até poderá ter sido merecido, mas também a forma pouco ortodoxa como fomos tapados, deveria ter merecido uma sanção. Recordo que, no dia anterior, perdemos mais de 5 segundos em duas voltas, atrás do mesmo piloto, quando eramos mais rápidos do que ele 3 por volta. Mesmo assim, terminamos a 8 segundo do vencedor. Daí, uma certa frustração, pois as regras devem ser para todos”, um intervalo e José Lameiro fez um primeiro agradecimento. “Agradeço à Simparacing e a todos do staff envolvidos. Fizeram um trabalho notável e incansável. Assim, continuaremos”.

Palavras sentidas, por parte de José Lameiro que, de seguida, falou do imenso apoio que tem sentido em todos os circuitos. “Uma palavra muito especial para a ‘Mancha Negra’, a claque que me acompanha e apoia, assim como a todos os outros que torcem por nós em pista ou fora dela. Obrigado a todos. Tenho muito orgulho e, em Sever do Vouga, não houve frio, nem chuva, nem vento que os demovesse. Não me deixam sozinho nunca, nem a sós com a ‘Leslie’. Um abraço para todos”. Concluiu, o piloto de Aveiro.

José Lameiro, com a penalização aplicada na final, classificou-se no sétimo posto, nesta prova. Quanto ao Campeonato, e depois de não ter estado presente na jornada anterior e de pouco ter pontuado em Lousada, perdeu a segunda posição no Campeonato, dos Super Car. Mesmo assim, terminou em terceiro, no Campeonato da divisão 1 da referida categoria.

 

 

Scroll To Top