Quinta-feira , Setembro 23 2021
ÚLTIMAS
Home / RALI / JOSÉ PEDRO FONTES E INÊS PONTE VENCEM RALI DA ÁGUA – CIM ALTO TÂMEGA
JOSÉ PEDRO FONTES E INÊS PONTE VENCEM RALI DA ÁGUA – CIM ALTO TÂMEGA

JOSÉ PEDRO FONTES E INÊS PONTE VENCEM RALI DA ÁGUA – CIM ALTO TÂMEGA

 

  • José Pedro Fontes e Inês Ponte impuseram-se no asfalto do Rali da Água – CIM Alto Tâmega, quinta jornada do Campeonato de Portugal de Ralis, naquela que foi a primeira vitória do ano da dupla do Citroën Vodafone Team e do próprio C3 Rally 2, a nova arma da equipa para o CPR 2021.
  • Complementando a excelente prestação alcançada no Vinho Madeira, com a posição de segundos melhores do CPR, a dupla do C3 Rally 2 com as cores da Citroën e da Vodafone levou de vencida a rebatizada prova do CAMI Motorsport, conquistando os melhores tempos em 4 das 9 Especiais.

José Pedro Fontes e Inês Ponte apresentaram-se no Rali da Água – CIM Alto Tâmega com uma enorme pretensão: a de dar ao novo C3 Rally2 a sua primeira vitória absoluta do ano no Campeonato de Portugal de Ralis 2021 e, com isso, voltar a reiterar as suas candidaturas aos títulos de 2021. Se bem se prepararam para a prova, melhor o fizeram no terreno, ao alcançar um suado, mas muito saboroso, primeiro lugar nos troços de asfalto da jornada organizada pelo CAMI Motorsport, a quinta prova do presente CPR 2021.

Dividindo-se, competitivamente, pela tarde de ontem (sábado) e por todo o dia de domingo, o rali teve duas fases para a dupla do Citroën Vodafone Team. Depois de uma primeira confirmação de que as coisas estavam bem alinhavadas, decorrente do 2º melhor tempo registado no Qualifying, os três troços de ontem (sábado) serviram para tomar a mão à viatura e ao terreno e comprovar que os set-ups escolhidos eram os adequados, para hoje se infligir os golpes de mestre que lhes permitiriam não só lutar pelo 1º lugar como, principalmente, traduzir o seu andamento numa vitória…

“Estamos naturalmente muito satisfeitos com esta vitória fantástica e que premeia todo o Citroën Vodafone Team”, referiu José Pedro Fontes. “Entrámos no rali com algumas cautelas para não correr riscos mas logo percebemos que podíamos tirar muito mais do nosso C3 Rally2, um carro que a nossa equipa técnica preparou na perfeição e que se mostrou impecável ao longo do rali, sem que se registassem quaisquer mínimos problemas que nos limitassem. Assim sendo, começámos o segundo dia ao ataque, aproveitando ao máximo um ‘set-up’ que se mostrou ideal e, entre outros bons resultados, fomos os mais rápidos em 4 Especiais, algo que se torna ainda mais especial num rali muito curto, tipo sprint e muito disputado por nós e por todos os nossos adversários, candidatos ao título.. É uma vitória que quero partilhar com todos os elementos da nossa equipa, com os nossos patrocinadores e com os nossos fãs, que não pararam de nos incentivar ao longo de todo o rali, não só no terreno, como nas nossas redes sociais”.

Com 106,75 quilómetros ao cronómetro pela frente, divididos por 9 troços, José Pedro Fontes e Inês Ponte adotaram uma toada equilibrada nos três primeiros – Alto Tâmega (12,9 km) e Termas de Chaves (15,8 km); e ainda a Super Especial Memorial Claudino Romeiro (2,45 km) – terminando o primeiro dia no 3º lugar, com apenas 7,5 segundos de desvantagem para a posição de topo do pódio provisório, um dia que, completar.

Para o segundo dia estava reservada a recuperação, uma 2ª Etapa que começou com um 3º melhor tempo no troço de CIM Alto Tâmega 1 (14,65 km), para logo a seguir conquistar os melhores cronos no novo troço de Carvalhelhos 1 (10,35 km) e em Boticas/Vidago 1 (12,8 km, às 12h05). À chegada ao Reagrupamento, o C3 Rally2 do Citroën Vodafone Team já só se encontrava a 2,6 segundos da liderança.

Na repetição dos troços da manhã, a dupla Fontes / Ponte registavam o melhor tempo no primeiro deles (CIM Alto Tâmega 2), com isso subindo ao 1º lugar, com uma magra margem de 2 segundos para os seus adversários mais diretos, para logo a seguir bisarem a vitória na Especial de Carvalhelhos 2, dilatando marginalmente para 3,2 segundos o seu avanço. Tudo se decidiria na repetição de Boticas/Vidago, onde um segundo melhor tempo serviu os seus intentos de vitória nesta que foi a 5ª prova do CPR 2021.

O pecúlio pontual somado na prova flaviense – os 25 pontos da vitória, mais os 2 pontos do 2º melhor tempo na Power Stage, mais os proporcionais de pontos resultantes dos 4 melhores tempos em troços – permitem que José Pedro Fontes e Inês Ponte voltem a estar na frente de batalha pelos títulos de Pilotos e Navegadores de 2021. O próximo confronto está agendado para os dias 2 e 3 outubro, no Rali Serras de Fafe e Felgueiras, prova em pisos de terra organizada Demoporto – CDMP.

Para além da Citroën e da Vodafone, como patrocinador principal, são parceiros deste projeto de ralis as marcas Milaneza, ExpressGlass, Pirelli e Total. Em termos de preparação, o C3 Rally2 conta com o know-how dos técnicos da Sports & You.

&nbsp

Scroll To Top