Sexta-feira , Abril 23 2021
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / José Rodrigues saiu de Spa-Francorchamps com a cabeça erguida

José Rodrigues saiu de Spa-Francorchamps com a cabeça erguida

 

José Rodrigues saiu de cabeça erguida da jornada do Troféu 500 Assetto Corse Portugal no circuito belga de Spa-Francorchamps, apesar dos resultados ficarem muito aquém do esperado.
Em estreia absoluta neste mítico traçado, o piloto de Braga experimentou algumas dificuldades, mas também uma rápida adaptação, demonstrada pelos bons registos que efetuou.
A primeira corrida terminou muito cedo para José Rodrigues, pois foi obrigado a desistir na terceira volta ao traçado belga. O piloto da capital do Minho estava em terceiro entre os concorrentes da competição nacional, quando não evitou uma saída de pista: “Arranquei bem, consegui logo ganhar quatro posições em termos gerais. Estava com um andamento forte, mas na zona do Radillon de l`Eau Rouge, pisei o corretor do lado esquerdo, o carro deu uma chicotada de traseira e, como naquela zona, se anda muito depressa, não consegui controlar mais o carro. Felizmente não passou de um grande susto”, disse o piloto.
Para a segunda corrida, as dificuldades foram maiores, pois arrancou na penúltima posição da grelha em virtude da desistência na primeira prova. Com a muita chuva a dificultar a tarefa, outra estreia para José Rodrigues, o objetivo era recuperar: “Estava à espera de uma corrida com muita aprendizagem. Na segunda volta, já tinha conseguido ganhar cinco posições e entre os portugueses estava no quarto lugar”, esclareceu José Rodrigues, continuando: “A partir daí, tive uma grande disputa com o Nuno Cardoso, que seguia atrás, pelo quarto lugar, mas consegui sempre segurar a posição. Porém, acabou esta luta da pior forma quando sofri um toque dele na última volta na chicane antes da reta da meta”.
Apesar dos resultados não serem, de todo, agradáveis para o jovem piloto, este refere que saiu desta jornada: “De cabeça erguida”, concluiu.

&nbsp

Scroll To Top