Sexta-feira , Abril 23 2021
ÚLTIMAS
Home / RALI / JWRC News: Apenas 8 responderam à chamada

JWRC News: Apenas 8 responderam à chamada

Na Croácia, a primeira das cinco provas pontuáveis do “Mundial Júnior” desta temporada, apenas oito equipas estarão presentes, um número deveras bem abaixo dos anos anteriores. Em 2020, por exemplo, foram 16 as que estiveram à partida no Rali da Suécia, onde se destacou naturalmente a presença (efémera, leia-se) de quatro pilotos italianos em representação da ACI Sport Italia. No entanto, e como tem vindo sido hábito, ao longo da temporada espera-se pela presença de mais uma ou outra equipa.
No entanto, quantidade não rima com qualidade e a exceção de um piloto Rookie, estarão na prova croata nomes já aclamados quer naquela competição, quer nos seus países de origem. Com três provas em asfalto (Croácia, Ypres – Bélgica e Espanha – Catalunha) e outras duas em pisos de terra (Portugal e Estónia), antevê-se – como é natural, alguma dificuldade inicial dos pilotos oriundos de países do norte da Europa, maioritariamente sem grande experiencia em ralis disputados em pisos de asfalto.
Vice-campeão mundial júnior no ano passado, o letão Martins Sesks será um dos principais candidatos ao título, ele que somou três pódios, incluindo uma vitória na época passada. Provavelmente é o piloto que goza de maior experiencia internacional no plantel. Desde o início da sua carreira, Sesks tendo sido apoiado pela Federação do seu país, através de um programa denominado LMT Motorsport Academy.
Terceiro no campeonato do ano passado, aos 19 anos o finlandês Sami Pajari também será um piloto a ter em conta, tendo na “bagagem” o vice-título na SM3 no seu país natal. No Rally de Monza revelou ser muito rápido em pisos de asfalto, algo raro para um jovem nórdico ainda com pouca experiencia internacional.
Como 27 anos, o eslovaco Martin Koci conta já com um total de 19 participações na “Júnior” desde 2012. Vice-campeão em 2016, o eslovaco tem já uma vasta experiencia a bordo de um tracção total, tendo alcançado dois títulos consecutivos no seu pais natal (2018/2019), com um Skoda Fabia R5 da Skoda Slovakia Motorsport.
O britânico Jon Armstrong com 26 anos é talvez o piloto mais experiente do plantel. Disputou a temporada completa na Drive Dmack Cup em 2016, com a sua forte saída de estrada na Suécia no ano passado, a ditar um ponto final da sua temporada. O ex-campeão Mundial de ESports será este ano integrado na nova formação da Codemasters DiRT Rally Team.
O estoniano Robert Virves tem uma experiência muito curta no JWRC, contando apenas uma participação no “seu” Rally da Estónia em 2020. Campeão Júnior da Letónia em 2019 onde repetiu essa “façanha” no ano passado no seu país natal, tem 20 anos representará a Estonian Autosport Junior Team.
Tal como Virves, o finlandês Lauri Joona (24 anos) disputou apenas uma prova neste campeonato, mas o seu título finlandês na SM3 em 2020 onde bateu Sami Pajari, revela já um pouco do seu talento, mas tem “contra si” o facto de nunca ter disputado qualquer rali em asfalto.
Na sua nona temporada na modalidade de Ralis, o romeno Raul Badiu estará pelo quarto ano consecutivo na Júnior, com a esperança de conquistar o seu primeiro pódio naquela competição.
O oitavo e último piloto inscrito é o único que nunca tomou parte da JWRC. Trata-se do britânico William Creighton de 23 anos, que em 2019 terminou como vice-campeão júnior no campeonato britânico. É considerado um dos mais rápidos do plantel em pisos de asfalto mas na terra tem muito por evoluir.
Lista de inscritos (Rally da Croácia):
Martins Sesks (Letónia)
Sami Pajari (Finlândia)
Martin Koci (Eslovénia)
Jon Armstrong (Irlanda do Norte)
Robert Virves (Estónia)
Lauri Joona (Finlândia)
Raul Badiu (Roménia)
William Creighton (Irlanda)
CARLOS DA SILVA

&nbsp

Scroll To Top