Segunda-feira , Maio 20 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / KRIS MEEKE NO COMANDO DO RALI DO MÉXICO
KRIS MEEKE NO COMANDO DO RALI DO MÉXICO

KRIS MEEKE NO COMANDO DO RALI DO MÉXICO

Reduzido para metade, o Dia 2 do Rali do México foi marcado por muitas reviravoltas. Ultrapassando as armadilhas, Kris Meeke e Paul Nagle assumiram o comando, enquanto Stéphane Lefebvre e Gabin Moreau, no segundo Citroën C3 WRC subiram ao 6ºlugar.

 

 

 

  • Bloqueado por um acidente de viação não relacionado com a prova, o convoy que trazia os carros de competição desde a Cidade do México até León esteve retido no trânsito parte da noite, obrigando os organizadores a cancelar a 2ª e 3ª Especiais.

 

  • O rali só começaria a meio da tarde, arrancando com a Especial de El Chocolate, a mais longa do rali com 54,9 km. Aproveitando-se da sua escolha de pneus – composta por uma mistura de pneus Michelin LTX Force duros e macios – Kris Meeke esteve irrepreensível e deu ao Citroën C3 WRC a sua primeira vitória em classificativas.

 

  • Apesar de alguns segundos perdidos no troço de Las Minas (SS5), o britânico manteve-se no comando da classificação geral, 15 segundos à frente de Sébastien Ogier.
  • Seguindo as instruções da equipa, Stéphane Lefebvre adotou um ritmo que lhe permitindo evoluir gradualmente. Oitavo mais rápido nas SS4 e SS5, subiu a essa mesma posição na geral.

 

  • O dia terminava com 3 Super Especiais. Depois de ter encantado o público da antiga cidade mineira de Guanajuato, as equipas denfrontaram-se duas vezes no Autódromo de León.

 

 

  • No final deste segundo dia, Kris Meeke mantém a liderança à geral, com um avanço superior a 20 segundos. Stéphane Lefebvre entretanto subiu dois lugares e ocupa a 6ª posição.

 

  • O Rali do México continua hoje – sábado – com uma longa etapa, com 9 Especiais no programa, totalizando 157 km.

O QUE ELES DISSERAM…

Yves Matton, Diretor da Citroën Racing

“É uma estreia encorajadora para o Citroën C3 WRC na terra. Devido ao seu tamanho, ao calor e temperatura exterior, o troço de El Chocolate foi a mais exigente deste rali. Estamos, portanto, satisfeitos por ter obtido o melhor tempo com um carro que demonstrou um comportamento fiável, eficiente e satisfatório para os pilotos. Tivemos uma abordagem conservadora, como demonstra a nossa escolha de colocar duas rodas sobressalentes.”

 

Kris Meeke
“Correu tudo bem hoje. Contámos com uma boa posição de partida, pelo que tirámos a melhor vantagem. Eu não ataquei em excesso porque a vitória não é o meu objetivo do fim de semana. Apenas me arrependo do meu pequeno erro de SS5, que nos custa 8 ou 9 segundos. É bom depois de um começo bastante complicado da temporada! Vou manter o mesmo ritmo amanhã.”

 

Stéphane Lefebvre

“Para a minha primeira participação neste rali ao volante de um WRC, a equipa pediu-me para aprender, adotando um ritmo moderado. Fizemos boas escolhas de pneus e dediquei-me à condução. As duas especiais em terra permitiram-me progredir e estou satisfeito com a minha 6ª posição, a menos de meio minuto do top 5.”

 

DIA 2 – CLASSIFICAÇÂO GERAL (provisória)

1. Meeke / Nagle (Citroën C3 WRC) 1h01’33’’8
2. Ogier / Ingrassia (Ford Fiesta RS WRC) +20’’9
3. Neuville / Gilsoul (Hyundai i20 WRC) +56’’7
4. Hänninen / Lindstrom (Toyota Yaris WRC) +1’27’’3
5. Tanak / Jarveoja (Ford Fiesta RS WRC) +1’32’’9
6. Lefebvre / Moreau (Citroën C3 WRC) +1’52’’8
7. Paddon / Kennard (Hyundai i20 WRC) +2’02’’1
8. Latvala / Anttila (Toyota Yaris WRC) +2’30’’8

 

Scroll To Top