Quarta-feira , Maio 22 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / KRIS MEEKE TERMINA A UM PASSO DO PÓDIO
KRIS MEEKE TERMINA A UM PASSO DO PÓDIO

KRIS MEEKE TERMINA A UM PASSO DO PÓDIO

Disputada hoje (domingo), a 4ª e última Etapa do Rali de Monte Carlo permitiu às duplas do Citroën Total Abu Dhabi WRT mostrarem as suas capacidades. Enquanto Craig Breen e Scott Martin alcançaram um 3º tempo mais rápido, Kris Meeke e Paul Nagle arrebataram o 4º lugar final, depois de levarem o C3 WRC à primeira vitória de sempre numa Power Stage. Fruto dos resultados alcançados, a Citroën Total Abu Dhabi WRT deixa o Principado do Mónaco na 3ª posição no Campeonato dos Construtores, enquanto Kris Meeke é 4º no Mundial de Pilotos.

 

Disputado a pouco mais de 1.600 metros acima do nível do mar, o Col de Turini é um dos pontos altos do Rali de Monte-Carlo. A agitação em torno desta Especial deve-se, em muito, à atmosfera criada pelo enorme número de fãs que delimita as estradas e pelo clima invariavelmente imprevisível. A edição deste ano deste icónico palco do rali monegasco provou não ser exceção, contando com 20 por cento de estradas cobertas de geada na primeira passagem, principalmente na ultrarrápida seção a descer do Col de Turini, rumo a Peira Cava.

Eram, por isso, necessárias grandes doses de precisão e habilidade na leitura do nível de aderência das estradas para se manterem longe de problemas. Entre os dois representantes do Citroën Total Abu Dhabi WRT, Kris Meeke conseguiu negociar melhor a ronda, levando consigo 2 pneus Michelin de pregos e 2 pneus super moles, enquanto Craig Breen optou por uma mistura de 4 pneus de composto macio e 2 super moles.

Os dois pilotos conseguiram, depois, registar muito boas performances na Especial disputada entre La Cabanette e o Col de Braus, agrupados no 3º e 4º lugares. Breen voltaria a confirmar o seu bom momento de forma ao alcançar o 3º tempo mais rápido na segunda volta pelo lendário Col de Turini. Enquanto isso, Meeke demonstrou força e consistência para deixar para trás alguns dos seus rivais mais determinados, cimentando o seu 4º lugar final depois de alcançar uma encorajadora vitória na Power Stage.

Foi um final muito positivo para o rali e que significava Meeke soma 17 pontos no Mundial de Pilotos, no que foi um bom início de temporada. Já o Citroën Total Abu Dhabi WRT somou, no seu conjunto, um pecúlio de 18 pontos, terminando esta ronda de abertura de 2018 no 3º lugar do Campeonato de Construtores.

 

O QUE ELES DISSERAM…

Pierre Budar, Diretor da Citroën Racing

“Hoje tivemos dois objetivos diferentes para o Kris e para o Craig: para o Kris a ideia era manter a sua posição, enquanto o Craig esperava fazer um bom resultado na Power Stage, razão por que eles optaram por diferentes estratégias de pneus. Estou satisfeito pelo Kris ter feito o que lhe pedimos – e até mais do que isso – ao garantir o máximo de pontos na Power Stage. O Craig estava também a caminho de um bom resultado nessa Especial, mas perdeu alguns segundos quando ele deixou o carro ir abaixo num gancho. Se não fosse isso, ele também teria feito um tempo muito bom.”

Kris Meeke

“Foi o Monte-Carlo mais difícil que já fiz. Tivemos de tudo: gelo puro em slicks na noite de quinta-feira, chuva na sexta-feira, neve no sábado e hoje granizo no Col de Turini. Surpreendeu-me terminar o rali com 17 pontos, mas vou de certeza guardá-los! Agora temos que nos manter humildes e continuar a trabalhar muito para tentar evoluir ainda mais.”

Craig Breen

“O fim de semana teve um começo difícil, devido ao nosso erro na noite de quinta-feira. Depois as coisas foram de mal a pior com os problemas de travões na sexta-feira, o que nos deixou na posição de ter que abrir a estrada, qual limpa-neves, no sábado. Mas conseguimos alcançar um bom desempenho em algumas ocasiões e fizemo-lo novamente hoje no alcatrão seco. Agora temos de continuar a trabalhar em condições mais mutáveis, como aquelas que normalmente se encontram em Monte-Carlo.”

 

RALI DE MONTE-CARLO 2018

CLASSIFICAÇÃO GERAL NO FINAL DO DIA 2

  1. Ogier / Ingrassia (Ford Fiesta WRC) 4:18:55.5
  2. Tänak / Jarveoja (Toyota Yaris WRC), +58.3
  3. Latvala / Anttila (Toyota Yaris WRC), +1:52.0
  4. Meeke / Nagle (Citroën C3 WRC), +4:43.1
  5. Neuville/Gilsoul (Hyundai i20 WRC), +4:53.8
  6. Evans/Barritt (Ford Fiesta WRC), +4:54.8
  7. Lappi/Ferm (Toyota Yaris WRC), +4:57.5
  8. Bouffier/Panseri (Ford Fiesta WRC), +7:39.5
  9. Breen / Martin (Citroën C3 WRC), +9:06.7
  10. Kopecky/Dresler (Skoda Fabia R5), +16:43.0

 

Scroll To Top