Sábado , Maio 15 2021
ÚLTIMAS
Home / MONTANHA / LUIS MOUTINJHO EM BOM PLANOI NA RAMPA DA ARRÁBIDA
LUIS MOUTINJHO EM BOM PLANOI NA RAMPA DA ARRÁBIDA

LUIS MOUTINJHO EM BOM PLANOI NA RAMPA DA ARRÁBIDA

Como não poderia deixar de ser Luís Moutinho e o seu Ford Escort não puderam  faltar a mais uma edição da Rampa da Arrábida, que este ano deu o pontapé de saída no Campeonato Portugal Montanha JC Group.  Assim logo na primeira subida da warm-up, seria o autor do terceiro melhor tempo dos participantes no Campeonato Portugal de Clássicos de Montanha, ao fazer toda a extensão da rampa em 2.21.255 à média de 89,20 km/h, para de seguida na 1ª subida oficial de treinos, conseguir melhorar um pouco mais, isso por comparação com a subida anterior, fazendo 2.19.350 à média de 90,41 km/h, tendo o 4º lugar entre os participantes no Campeonato Portugal Clássicos de Montanha.  Para a segunda subida de treinos, o piloto preparador de Lisboa, acabaria por fazer 2.17.357 à média de 91,73 km/h, mantendo a 4ª posição na categoria do Campeonato Portugal Clássicos de Montanha.

Chegados à 1ª subida oficial de prova, Luís Moutinho   é o  autor do melhor tempo feito até esta altura com 2.14.546 à média de 93,57 km/h, continuando na 4ª posição entre os participantes no Campeonato Portugal de Clássicos de Montanha.

No domingo pela manha, , Luís Moutinho não faltou à chamada para a subida da warm up 2, onde faz um tempo de 2,23.226 à média de 87,97 km/h., ascendendo à 2ª posição entre os participantes na categoria do Campeonato Portugal de Clássicos de Montanha,.

Para a ultima subida de treinos, Luís Moutinho faz um “ tempo canhão” de 2.12.855 à média de 94,84 km/h, ascendendo  à 3ª posição em termos de categoria, para logo de seguida na segunda subida oficial de prova, não estar á partida, isso motivado  por um pequeno problema técnico que obrigou  Luís Moutinho a desistir, e a ficar por ali.  Na altura em que preparava tudo para fazer o seu regresso a Lisboa, Luís Moutinho disse-nos “ foi pena, pois estava tudo a correr muito bem, não gostei muito de ouvir o trabalhar do carro, e para não forçar optei pela desistência, agora na oficina vamos ver o que motivou tudo isto, e espero ter carro para ir à Rampa de Boticas, a prova seguinte do Campeonato “.

&nbsp

Scroll To Top